TORNEIO DE FUTEBOL

Globo dá rasteira no SBT e compra direitos da Libertadores até 2026

Imagem com foto do logo da Globo
Globo venceu SBT em licitação pelos direitos da Libertadores (foto: Reprodução)

A Globo vai voltar a exibir a Libertadores na TV aberta a partir de 2023. A líder de audiência venceu o SBT na licitação aberta pela Conmebol e retomou os direitos do campeonato organizado pela Confederação Sul-Americana de Futebol até 2026. Na TV por assinatura, ESPN e Paramount ficaram com dois pacotes que incluem todos os jogos do torneio. Os highlights ficaram com o site OneFootball. O canal de Silvio Santos comprou os direitos da Copa Sul-Americana, o segundo torneio mais importante da entidade que estava fora da TV aberta há anos.

O resultado da licitação foi referendado pelo Conselho da Conmebol em reunião nesta tarde de quinta-feira (12). O processo de concorrência foi conduzido pela agência FC Diez, parceira da confederação. De acordo com informações do colunista Rodrigo Mattos, do UOL Esporte, a Conmebol conseguirá arrecadar US$ 1,5 bilhão pelo ciclo da Libertadores em quatro anos com os direitos de transmissão do Brasil e América do Sul.

Os direitos da Libertadores e Sul-Americana foram divididos em quatro pacotes cada. Foram vendidos um da TV aberta, dois da TV por assinatura e um de melhores momentos (highlights). A geração das imagens é feita pela própria Conmebol. No caso dos direitos da Libertadores na TV aberta, Globo e SBT disputaram em um “segundo round”. A Globo levou a melhor após se comprometer a exibir os patrocinadores da Libertadores em suas transmissões, medida inédita na história da rede dos Marinho.

O SBT apostava que conseguiria levar os direitos do próximo ciclo da Libertadores após ter salvado a Conmebol quando a Globo rescindiu o contrato da competição no contrato anterior –a líder de audiência tentou reduzir o valor do acordo durante a crise sanitária, mas a confederação decidiu escolher outra emissora para exibir os jogos, no caso o SBT. Houve uma disputa acirrada pelos pacotes da TV por assinatura com vários concorrentes. No final do primeiro round, sobraram ESPN (Disney), Paramount e Amazon para uma segunda etapa da licitação. A ESPN ficou com um dos pacotes e a Paramount, com outro. Os highlights ficaram com o site OneFootball.

Leia mais