Sikêra Jr. processa Xuxa Meneghel e quer R$ 50 mil de indenização

Sikêra Jr. exige que Xuxa seja condenada a lhe pagar indenização de R$ 50 mil (foto: Montagem/Redes Sociais)
Sikêra Jr. exige que Xuxa seja condenada a lhe pagar indenização de R$ 50 mil (foto: Montagem/Redes Sociais)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Sikêra Jr. decidiu tentar dar uma espécie de virada de mesa na ação que Xuxa Meneghel move contra ele desde o final de 2020. Os advogados do âncora do Alerta Nacional protocolaram no Tribunal de Justiça de São Paulo uma reconvenção do processo movido pela Rainha dos Baixinhos, alegando que a ex-funcionária da Record causou danos psicológicos ao jornalista e prejudicou a sua autoestima ao utilizar suas redes sociais para fazer com que celebridades e o público incitassem boicotes contra ele.

“Xuxa arregimentou famosos para conspirar contra Sikêra Jr. como se ele fosse um pária, incitando o público a voltar-se contra ele, além de tentar fazer com que a RedeTV! o desligasse da apresentação do telejornal, que é seu ganha-pão. Ela cometeu evidente excesso, causando dano moral a ele, e que, por isso, deverá ser condenada a indenizá-lo”, afirmou a advogada Viviane Vidal, que representa o titular do Alerta Nacional na ação judicial, na íntegra da ação movida pelo jornalista, que foi obtida em primeira mão pelo TV Pop.

A reconvenção, que conta com mais de 30 páginas, diz que a mãe de Sasha e a ativista Luísa Mell publicaram vídeos editados do programa da RedeTV! em suas redes sociais com o único intuito de parecer que o apresentador fez apologia à zoofilia em rede nacional. “O vídeo fiel da matéria possui duração mais extensa, mas Luísa publicou parte dele e, em cima de tal trecho, totalmente descontexualizado, não hesitou em usar a sua popularidade dentro da causa animal para incitar o ódio entre seus seguidores”, pontuou Viviane.

“Xuxa insiste em tecer comentários ofensivos a honra de Sikêra, além de desqualificar o seu programa, tudo a demonstrar que em momento algum hesitou em externar a sua opinião na internet, em clara intenção ofensiva. A conduta externada foi desvinculada da verdade dos fatos, haja vista que a íntegra da matéria exibida bem demonstra a ausência de qualquer apologia ao crime de zoofilia”, prosseguiu a advogada.

“A indenização em prol de Sikêra deve ser fixada em valor não inferior a R$ 5 mil. Diferentemente de Xuxa, ele quer que apenas seja satisfeito seu anseio por justiça, não quer enriquecer com R$ 500 mil de ninguém. Pedimos como indenização por danos morais valor não inferior a R$ 50 mil, com correção e juros nos termos da lei, por ter imputado a ele, injustamente, apologia a fato definido como crime, insultando-o, além de empreender verdadeira campanha para desmoralizá-lo, e para que a RedeTV! o retirasse da apresentação do programa Alerta Nacional, algo que absolutamente não cabe no mero direito de crítica de Xuxa”, concluiu ela.

A ação movida por Sikêra Jr. contra a Rainha dos Baixinhos foi protocolada em 29 de março. Até o momento, o Tribunal de Justiça de São Paulo ainda não julgou os argumentos do jornalista e tampouco se manifestou sobre o processo inicial de Xuxa Meneghel, que não conseguiu obter uma liminar para impedir a citação de seu nome no Alerta Nacional — não há um prazo para que os pedidos sejam julgados.

Leia mais