AS POLACAS

Caco Ciocler fala sobre novo projeto no cinema: “Medo de apanhar”

Foto de Caco Ciocler
Caco Ciocler falou sobre seu papel em As Polacas (foto: Divulgação)

Caco Ciocler ganhou um novo papel para a carreira em As Polacas. O longa-metragem de João Jardim abordará uma grande rede de exploração sexual e tráfico de mulheres, em sua maioria judias, que esteve ativa em diversos cantos do mundo. As vítimas foram historicamente apelidadas de “polacas”. Ciocler interpreta Tzvi, dono de um bordel no Rio de Janeiro onde as jovens eram exploradas.

O ator, que é judeu, revelou os impactos do seu personagem para a comunidade e pontuou que tem medo de como isso pode ser visto. “Sobre interpretar o Tzvi, eu estou com medo… medo de apanhar da comunidade. A comunidade judaica tem uma questão sensível: ela foi perseguida em diversos momentos da história. E o antissemitismo reinou e continua reinando”, contou ele ao Ingresso.com.

“Estamos em uma onda crescente agora. Então, existe a discussão: para que é que nós vamos falar mal de nós mesmos? Por que alimentar um ódio, e não falarmos das coisas boas? Mas, no filme, é claro que vamos falar de coisas boas, mas a gente não pode esconder essa página. Somos judeus e somos seres humanos. Temos representantes do bem e representantes do mal. Precisamos também abandonar essa ilusão de que pertencemos a uma comunidade perfeita. Temos problemas e precisamos lidar com eles. É o único jeito de crescer”, declarou o artista.

Sobre o papel, Caco Ciocler reitera que homens como Tzvi existiram. “Eles iam para a Europa atrás dessas meninas judias que viviam nas aldeias camponesas, nos shtetls, e que já enfrentavam muita perseguição por lá. Os shtetls eram lugares onde as comunidades judaicas eram literalmente despejadas, bairros muito empobrecidos, sem saneamento. Assim, eles chegavam lá e enganavam essas meninas. A história dele é essa”, disse.

Leia mais