Record derruba Rodrigo Faro para transmitir Cariocão em rede nacional

Mylena Ciribelli e Lucas Pereira são os rostos do Cariocão: cobertura do campeonato virou uma bagunça (foto: Divulgação/Record)
Mylena Ciribelli e Lucas Pereira são os rostos do Cariocão: cobertura do campeonato virou uma bagunça (foto: Divulgação/Record)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A Record chegou a um acordo com a sua filial do Rio de Janeiro e irá transmitir os dois jogos finais do Campeonato Carioca para todo o Brasil. As partidas, que irão acontecer nos dias 16 e 23 de maio, irão ao ar no espaço ocupado por Rodrigo Faro na grade de programação da emissora. Ou seja: por dois domingos, o telespectador acostumado com o Hora do Faro irá se deparar com a cobertura do Cariocão, que será apresentada por Mylena Ciribelli. A narração dos jogos continua a cargo de Lucas Pereira e os comentários são de Ricardo Rocha e Guttemberg Fonseca.

A mudança na programação da Record foi antecipada em primeira mão pelo jornalista Flávio Ricco, em sua coluna no portal R7. Ainda não há, no entanto, uma decisão de como proceder com o programa de Rodrigo Faro nas duas semanas em que a programação será alterada. Existem três possibilidades: a atração ir ao ar em versão mais curta; a divisão em duas partes, como chegou a acontecer com o Domingão do Faustão; e começar mais cedo que o habitual.

Nenhum dos jogos do Campeonato Carioca havia sido transmitido nacionalmente pela Record. Até então, a rede exigia que as parceiras interessadas em retransmitir o conteúdo adquirido pelo Rio de Janeiro tivessem que pagar um valor de sublicenciamento para ter acesso aos jogos. Ao todo, apenas 26 emissoras afiliadas tiveram interesse em arcar com a quantia exigida — e sete delas pertenciam ao próprio conglomerado da rede.

Além disso, a empresa criou regras rígidas para a exibição dos lances das rodadas do torneio. Para as afiliadas que adquiriram os direitos, a recomendação era a de que optassem por gravar os lances durante a transmissão ao vivo e, durante os noticiários, exibissem uma tarja creditando as imagens para a Record Rio. Já para quem não comprou o torneio, os lances deveriam ser baixados por uma ferramenta chamada Central de Mídia, e só podem ser exibidas com o logo da emissora de forma fixa, além da tarja citando a filial carioca.

Leia mais