“Ganhei 80 mil para fingir namoro com sertanejo”, diz Andressa Urach

Andressa Urach e Danilo Gentili no The Noite (foto: SBT/Lourival Ribeiro)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Andressa Urach revelou em entrevista ao programa The Noite, de Danilo Gentili no SBT, que chegou a receber dinheiro do pai de um cantor sertanejo para fingir ser namorada do filho para que ele ficasse famoso. Ela também explicou o motivo de tomar mamadeira. “É como se fosse a falta do meu pai e da minha mãe”, explicou. Na conversa, Urach, que é ex-fiel da Igreja Universal do Reino de Deus, contou que o motivo de tomar mamadeira é um trauma de infância. “A mamadeira é como se fosse a falta do meu pai e da minha mãe. Supria essa necessidade e eu mamei até os oito anos. Nesse período eu sofri até abuso sexual por parte da família”, afirma.

“Tinha tentado reconstruir o casamento com o pai do meu filho. Ele me desmamou e isso meio que me traumatizou. Talvez por isso acabou o casamento, ele não me apoiou”, afirma Urach. Ela disse ainda que durante o período polêmico de sua vida chegou a ficar com homens e mulheres e usar drogas. “Tudo que tem no mundo eu fiz. Desde ficar com homem e mulher, enfim, tudo eu resetei. E chegou um momento que eu já pensava em suicídio. E eu sofria de Borderline, era viciada em cocaína, bebia loucamente. Pensava ‘vou morrer para ter paz'”, desabafou.

Recordando sua experiência de quase-morte, antes de lançar um livro sobre o tema entrar para a Igreja Universal, ela conta: “Vi toda a minha vida. Eu estava em um tribunal onde eu sentia a presença de Deus”. Ela contou ainda que chegou a ganhar R$ 80 mil para se passar por namorada de um sertanejo: “Ganhava de 30 a 60 mil reais por mês na prostituição. Cheguei a ganhar 80 mil reais para fingir um namoro com um cantor sertanejo. A culpa não foi dele, foi do pai dele que queria que ele fosse famoso”.

Andressa Urach revelou que a igreja de Edir Macedo pedia dinheiro a cada seis meses e que chegou a doar R$ 2 milhões. “[Fiquei na igreja] 6 anos, seguindo à risca, tudo. Duas vezes que eu desobedeci eu virei a filha do diabo… Isso me doeu, porque eu havia doado dois milhões de reais… A cada seis meses eles pedem seu ‘tudo’”, contou. A modelo também contou que o concurso de Miss Bumbum, do qual agora é sócia, foi como um presente: “O Miss Bumbum veio como um presente para mim, para a minha autoestima como mulher. Eu tinha até medo de ser loira, medo de pecar”.

Leia mais