Funcionários da CNN Brasil seguem ignorando normas básicas de saúde

Funcionários da CNN Brasil ignoram solenemente aviso espalhado pela sede do canal de notícias (foto: Reprodução/Redes Sociais)
Funcionários da CNN Brasil ignoram solenemente aviso espalhado pela sede do canal de notícias (foto: Reprodução/Redes Sociais)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Um dos maiores desafios de Renata Afonso como CEO da CNN Brasil será conscientizar os seus funcionários de que a crise sanitária no Brasil não é uma brincadeira. A infecção respiratória já teve três picos de contaminação entre os colaboradores do canal de notícias, e nem isso parece ter sido o bastante para que todos eles entendam que o uso de máscaras não é decorativo, e sim uma norma de saúde pública. Apesar dos avisos espalhados por toda a sede falando que o uso do utensílio é obrigatório, parte dos trabalhadores da emissora continuam ignorando solenemente a regra.

A mais nova prova do desrespeito das regras foi divulgada por uma das apresentadoras do canal. Tainá Farfan, que comandou o CNN Sábado do dia 17, publicou em suas redes sociais um vídeo mostrando a sua chegada no estúdio do telejornal. Quando ela chegou, três profissionais da área técnica já atuavam na preparação para o programa ir ao ar.

Nas imagens, apenas um deles usava a máscara corretamente. Outro deles estava com a proteção abaixo do nariz, e não corrigiu nem com a chegada da âncora; enquanto o terceiro (que ilustra a reportagem) estava com nariz e boca desprotegidos, e só decidiu colocar o equipamento de maneira adequada quando a apresentadora se aproximou.

A jornalista, por sinal, não atua normalmente em São Paulo: oficialmente, ela é repórter em Brasília e viajou apenas para ancorar o noticiário do final de semana — a GloboNews, principal rival da rede, vetou deslocamentos de seus profissionais ainda em 2020, e não tem data para autorizar viagens novamente. Em uma tentativa de contornar a proibição, os estúdios de São Paulo e Brasília tem sido utilizados com frequência aos sábados e domingos.

Desde abril do ano passado, a CNN Brasil alerta em todos os seus computadores que o uso de máscaras é obrigatório nas instalações da emissora. “Previna-se do contágio, proteja as pessoas ao seu redor e dê o exemplo a quem assiste o nosso canal”, afirma parte do texto. O exemplo, pelo visto, continua sem ser dado mais de um ano depois do início da crise sanitária. Resta saber se a nova diretoria conseguirá, finalmente, conscientizar a equipe do canal.

Nota da Redação: o TV Pop optou por colocar uma tarja preta nos olhos do profissional que estava usando a máscara de maneira inadequada nos vídeos publicados por Tainá Farfan. Para nós, o foco desta reportagem não é expor o profissional, e sim reportar a conduta inadequada dos executivos do canal de notícias. Mesmo com três grandes picos de contaminação entre os profissionais que atuam nas instalações de São Paulo, a cúpula da CNN Brasil não tem feito absolutamente nada — além dos alertas em computadores — para conscientizar sua equipe.

Leia mais