Dubladora Iara Riça morre aos 56 anos vítima de AVC

Iara foi a voz de personagens de As Meninas Superpoderosas, X-Men, Power Rangers e outros (foto: Reprodução)
Iara foi a voz de personagens de As Meninas Superpoderosas, X-Men, Power Rangers e outros (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A dubladora Iara Riça morreu aos 56 anos vítima de acidente vascular cerebral (AVC). A atriz deu voz a personagens icônicos de filmes, séries e animações. Ela estava em coma e não resistiu. A informação foi divulgada pelo dublador Guilherme Briggs, que vinha atualização os fãs sobre o estado de saúde da amiga.

“Eu recebi a notícia que a nossa querida amiga e colega dubladora Iara Riça não resistiu ao aneurisma e teve morte cerebral, após passar vários dias em coma no hospital. Uma junta médica vai se reunir para os próximos passos”, informou Briggs no Twitter.

“Eu peço, por favor, neste momento tão delicado e de dor, que todos os fãs se unam em orações, com muito amor e luz para nossa querida Iara, juntamente com meus amigos e colegas dubladores”, concluiu.

Iara Riça foi a voz da personagem Arlequina em quase todas as produções, incluindo o filme. Também foi a voz de Florzinha, de As Meninas Superpoderosas, Jean Grey em X-Men: Evolution, Power Ranger Amarela, entre outros. Na novela Rebelde, exibida pelo SBT, foi a voz da personagem Josy Luján Landeros.

Iara é a segunda dubladora da novela mexicana a morrer de AVC em menos de 10 dias. Em 20 de março, Ana Lúcia Menezes também morreu após complicações de um acidente vascular cerebral. De seus 46 anos de vida, Ana Lúcia foi dubladora em 34. Dentre os trabalhos mais conhecidos da artista, estão Sam Pucket, do seriado iCarly; e diversos papéis da atriz Maite Perroni, em novelas como Cuidado Com o Anjo, Meu Pecado e A Gata.

Leia mais