Celso Zucatelli vai para a geladeira e é nova vítima da bagunça na Record

Celso Zucatelli no Balanço Geral de 29 de maio: apresentador ficou sem função na Record (foto: Reprodução/Record)
Celso Zucatelli no Balanço Geral de 29 de maio: apresentador ficou sem função na Record (foto: Reprodução/Record)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O caos e a desorganização nos bastidores da Record fizeram mais uma vítima. Tirado da apresentação do Fala Brasil sob a justificativa de que seria remanejado para o entretenimento, Celso Zucatelli irá curtir uma longa temporada na geladeira da Barra Funda. Aparentemente preterido na disputa para comandar a próxima temporada de A Fazenda, o primeiro projeto do jornalista no novo setor dificilmente sairá do papel neste ano. O motivo? A emissora prometeu e anunciou mais projetos do que realmente poderia comportar em sua programação de 2021.

No início de maio, a rede exibiu chamadas em sua grade de programação prometendo que Quilos Mortais estrearia ainda neste mês. A promessa, no entanto, simplesmente foi esquecida. Maio termina hoje, o programa sequer teve alguma edição gravada e as chamadas desapareceram. Internamente, alguns setores comentam que o projeto foi adiado e só deverá estrear no início do próximo ano, sendo uma das apostas do canal para disputar audiência com a próxima temporada do Big Brother Brasil.

Além da grade superlotada, o programa de Celso Zucatelli foi rejeitado pelo mercado publicitário. O TV Pop teve acesso ao documento enviado pela Record para uma série de agências, em que a emissora dizia que Quilos Mortais entraria no ar em 22 de maio. O reality show seria exibido semanalmente, nas noites de sábado, e só seria encerrado em 18 de setembro, uma semana antes do início de A Fazenda 13. Para chamar a atenção das empresas, a rede dizia que “80% dos espectadores do Grupo Record pagariam qualquer preço por sua saúde”.

Record disse ao mercado publicitário que Quilos Mortais estrearia em 22 de maio, mas programa foi esquecido (foto: Reprodução/Record)
Record disse ao mercado publicitário que Quilos Mortais estrearia em 22 de maio, mas programa foi esquecido (foto: Reprodução/Record)

Sem o interesse de anunciantes, os executivos do canal preferiram adiar a exibição do programa. Fenômeno na TV por assinatura, a atração custou caro aos cofres da empresa e foi comprada justamente em um momento de alta do dólar, justamente porque a rede acreditava que poderia ter um bom retorno comercial com o formato. A rejeição inicial foi um verdadeiro banho de água fria em diversos executivos, que apostavam no fenômeno do projeto.

Zucatelli, por sua vez, seguirá na geladeira enquanto Quilos Mortais não estrear. Em uma tentativa de minimizar o prejuízo com o salário do jornalista, a Record irá lhe escalar frequentemente para as edições de sábado do Balanço Geral. Ele tem rendimentos acima da média do mercado, e foi recontratado pela emissora como grande aposta para retomar a vice-liderança dos telejornais matinais — mas fracassou na missão e, sem função no jornalismo, acabou indo parar mais uma vez no entretenimento.

Leia mais