Rafa Kalimann é cancelada após polêmica envolvendo casamento gay

Rafa Kalimann foi cancelada mais uma vez após compartilhar fala homofóbica de pastor (foto: Reprodução)
Rafa Kalimann foi cancelada mais uma vez após compartilhar fala homofóbica de pastor (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Rafa Kalimann virou um dos assuntos mais comentados das redes sociais na noite deste domingo (30) por publicar um vídeo controverso do pastor Cláudio Duarte, retirado de uma participação dele no Programa Raul Gil, do SBT. A polêmica foi causada pelo posicionamento do pastor contra o relacionamento entre pessoas do mesmo sexo.

“Não, eu não sou a favor. Eu não sou a favor do relacionamento, certo? Por mais, eu respeito. Eu tenho as minhas convicções e tenho a base daquilo que eu acredito”, disse o religioso. Após a repercussão, a apresentadora da Globo apagou a publicação das redes sociais e se pronunciou sobre o assunto.

“Quis vir aqui me desculpar por um vídeo que compartilhei nos stories. Meu intuito era repassar aquilo para aqueles que tratam mal os lgbt’s por conta de religião, pra de uma vez por todas isso parar. Sinto muito se ofendi, e se pareceu que eu discordo de relacionamentos homoafetivos (jamais!!!). Apaguei depois de ver que estavam levando como uma opinião minha, e está longe de ser. Muito pelo contrário”, afirmou a influenciadora.

Rafa Kalimann declarou que o vídeo foi enviado por um amigo. “Aquele vídeo foi enviado por um amigo homossexual em um dos nosso grupos, ele e muitos outros acharam bacana ver um posicionamento diferente da maioria quando se trata de religião, foi um assunto que levantou muitas coisas legais lá. Entendi completamente o ponto de vista de vocês, respeito e peço desculpas pelo meu compartilhamento”, concluiu ela.

Gilberto Nogueira, o Gil do Vigor, deixou seu posicionamento para a colega. “Rafa, a questão é que ele disse que tem valores e que acha errado mas respeita e é contra isto que lutamos, contra pessoas que acham que relacionamentos homoafetivos são errados e contra os valores. Sou bicha e tenho valores! Mas que bom que você apagou e entendeu!”, disse ele. “Concordo, Gil. Eu quis direcionar pra quem usa da religião pra desrespeitar. Errei em não ter prestado mais atenção no vídeo. Jamais seria essa minha opinião. Eu repudio qualquer ato de homofobia. Errei e apaguei. Desculpas”, pediu ela.

Leia mais