Cesar Tralli se emociona e chora no Jornal Hoje ao anunciar morte de colega da Globo

Cesar Tralli se emocionou ao noticiar a morte de colega por Covid-19 (foto: Reprodução)
Cesar Tralli se emocionou ao noticiar a morte de colega por Covid-19 (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Apresentador interino do Jornal Hoje, Cesar Tralli se emocionou durante a edição do telejornal desta quinta-feira (17) na Globo. O âncora anunciou a morte de Antônio Alves Gomes, de 59 anos, editor de imagens que trabalhava no Jornalismo da emissora em São Paulo. O profissional, conhecido como Toninho Asa, era funcionário da empresa desde 2006.

Antônio ficou internado nas últimas duas semanas por conta da Covid-19 e chegou a ser intubado. De acordo com informações do jornalístico da Globo, ele sofreu duas paradas cardíacas nesta manhã antes da confirmação da morte. “É uma notícia muito triste. A levou um grande amigo. Ele era mais que uma pessoa querida. Era dedicado e competente. Ensinou gerações de jornalistas aqui na emissora. A Globo está prestando todo o suporte à família. Toninho deixa mulher, três filhos muita saudade em todos nós.”, disse Cesar Tralli.

O apresentador do SP1, que cobre férias de Maria Júlia Coutinho, a Maju, ficou emocionado enquanto dava a notícia e eram exibidas imagens de Toninho ao lado de outros profissionais da emissora, como a jornalista Andreia Sadi. “Não é mais um número, mas sim uma vida que infelizmente a Covid-19 leva. A família fica dilacerada e nós, amigos, inconformados”, completou Tralli antes de chamar o intervalo comercial. Na sequência, o apresentador e os colegas de redação aplaudiram Antônio como homenagem.

Nas redes sociais, o público também ficou sensibilizado com o momento. “César Tralli teve que ter uma força que eu não teria”, comentou o perfil Everton no Twitter. “Infelizmente, caro Tralli, todo brasileiro sabe o que é perder alguém próximo. Nossos sentimentos pelo colega de vocês. Que seja o último”, disse outro telespectador. “O César Tralli comunicou a morte de um colega da redação e nem sei como ele conteve a emoção até ir pro intervalo, eu chorei bem no meio do discurso”, contou Sthefany Paula.

 

Leia mais