Com reprises de mofos, Silvio Santos desaba e marca pior audiência da história

Jô Soares e Silvio Santos no programa Em Nome do Amor (foto: SBT/João Batista da Silva)
Jô Soares e Silvio Santos no programa Em Nome do Amor (foto: SBT/João Batista da Silva)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Apostando em reprises de programas clássicos, o Programa Silvio Santos exibido na noite deste domingo (27) no SBT registrou a pior audiência da história desde a retomada da atração, em 2008. De acordo com dados consolidados de audiência divulgados nesta segunda-feira, o programa do dono do SBT repetiu a pior marca até então registrada no dia 31 de dezembro de 2017, quando anotou 5,8 pontos de média.

No ar entre 20h15 e 00h14, o Programa Silvio Santos marcou 5,8 pontos de média, pico de 7,2 pontos e participação de 10%. Em sua faixa de exibição, a Globo liderou com folga marcando 16,0 pontos. A Record foi vice-líder isolada com média de 8,9 pontos. Logo no início da edição, Silvio Santos reapresentou uma participação de Marcos Mion numa edição do Topa Tudo por Dinheiro de 2001.

Entre os clássicos de Silvio Santos exibidos neste domingo, foi exibida uma edição do Show de Calouros que contou com a presença do cantor Fábio Júnior. O programa Em Nome do Amor recordou uma visita de Jô Soares, que falou sobre acontecimentos de sua carreira. No Qual é a Música, foi exibida participação da dupla sertaneja Leandro & Leonardo, que competiu no game com o cantor e apresentador de TV Ronnie Von.

Leia mais