Record contrata ex-apresentadora de jornal da Globo para reality show

Âncora de telejornais da Globo por quase duas décadas, Thays Beleze vai fazer reality na Record (foto: Reprodução/RPC TV)
Âncora de telejornais da Globo por quase duas décadas, Thays Beleze vai fazer reality na Record (foto: Reprodução/RPC TV)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A RIC, afiliada da Record no Paraná, anunciará nos próximos dias a contratação de Thays Beleze para comandar um reality show gastronômico. A jornalista é conhecida do público da região por ter apresentado telejornais na RPC TV, parceira da Globo no estado, durante quase duas décadas. Ela se demitiu da emissora em 2016, ano que migrou para a Rede Massa e se tornou titular do SBT Paraná, até então principal jornalístico regional da afiliada da rede de Silvio Santos. Em outubro de 2018, ela pediu para sair da emissora e decidiu se dedicar a projetos pessoais, atuando como coach de profissionais interessados em se comunicar de maneira mais adequada.

Em seu retorno para a televisão, Thays dividirá a apresentação de A Grande Batalha de Receitas com Bruno Prévidi. O formato, que tem estreia confirmada para 11 de setembro, é extremamente parecido com o game Famílias Frente a Frente, transmitido pelo SBT há dois anos. Durante três meses, 12 grupos de quatro pessoas vão se confrontar para tentar provar que são os donos da melhor receita do Paraná. Na rival, famílias (também de quatro pessoas) estavam em busca do título de Família Gastronômica Número 1 do Brasil.

Outra diferença entre A Grande Batalha de Receitas e o Famílias Frente a Frente, versão licenciada do australiano Family Food Fight, é a remuneração dada aos participantes. Na competição do SBT, a família vencedora também era agraciada com o prêmio de R$ 100 mil. Já na Record, não há premiação em dinheiro. Antes mesmo da inscrição, a emissora avisa aos interessados que “a participação neste reality show não inclui remuneração”.

Além disso, a diferença também está no conceito familiar para as emissoras. Para o formato original, as inscrições só eram permitidas para pessoas que, de fato, sejam uma família. A RIC, em uma tentativa de se distanciar da atração comandada por Tiago Abravanel, ampliou o leque e alertou aos interessados que os grupos podem ser compostos por “amigos de infância, avós, primos ou o que você quiser”.

Leia mais