SBT e Globoplay mandam Silvio Santos e Hebe Camargo para a geladeira

Documentários sobre Silvio Santos e Hebe Camargo viraram lendas urbanas (foto: Divulgação/SBT)
Documentários sobre Silvio Santos e Hebe Camargo viraram lendas urbanas (foto: Divulgação/SBT)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Consagrados como os maiores apresentadores da história do Brasil, Silvio Santos e Hebe Camargo, ganharam documentários especiais para celebrar, individualmente, suas histórias e carreiras. Com extenso material de arquivo e depoimentos inéditos, as homenagens para as grandes estrelas do SBT, mesmo que finalizadas, seguem sem data oficial de lançamento anunciados pelo Globoplay e SBT, produtores do material.

Sob produção do Globoplay, o documentário sobre a vida e carreira de Hebe Camargo, estava previsto para ser lançado no último dia 08 de março, data em que a apresentadora completaria 92 anos. Depois, ele foi adiado para maio, e logo depois adiado novamente, e dessa vez sequer tem uma data de lançamento prevista, mesmo com todo o material e projeto de divulgação finalizados. O projeto, batizado de Sofá da Hebe, vem sendo produzido desde 2017,  e chegará a plataforma com alta expectativa, após o sucesso da série e do filme baseados na história da loira e a grande repercussão dos últimos documentários originais produzidos pela plataforma.

Como adiantado pelo TV Pop em abril, a produção que foi feita praticamente em sigilo, contará com a participação de um verdadeiro esquadrão de celebridades, inclusive de emissoras rivais, como Eliana Michaelichen (SBT) e Adriane Galisteu (Record). Além das loiras, outros nomes já estão confirmados no documentário. Representando a Globo, Fátima Bernardes e Luciano Huck já gravaram depoimentos para a atração. Nany People, repórter da loira, o cantor Agnaldo Rayol, a atriz Luíza Brunet e a ex-deputada Cidinha Campos, que foi casada com o novelista Manoel Carlos durante alguns anos.

Enquanto Hebe volta a ganhar espaço na Globo, através do seu streaming, o documentário de Silvio Santos feito sob a tutela do SBT terá sua exibição em TV aberta. Até junho deste ano o documentário do apresentador, produzido há seis anos sem o seu conhecimento, seguia engavetado justamente por ele ter vetado homenagens para si mesmo.

Porém, no último mês, Silvio Santos, ainda em tom de mistério, autorizou a exibição do material e liberou chamadas na programação da emissora para anunciar a novidade. O especial, dirigido por Leonor Corrêa, apesar da divulgação intensa, segue sem data de lançamento. O projeto conta com depoimentos de diversas celebridades, como Roberto Carlos, Pelé, Ivete Sangalo, Faustão, Rodrigo Faro, Xuxa Meneghel e até mesmo Gugu Liberato, morto há dois anos.

Leia mais