Globo se blinda para evitar rumores de que William Bonner estaria doente

William Bonner tirou licença do Jornal Nacional para poder descansar (foto: Reprodução/TV Globo)
William Bonner tirou licença do Jornal Nacional para poder descansar (foto: Reprodução/TV Globo)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A boataria em torno de um simples resfriado de Renata Vasconcellos deixou a diretoria da Globo incomodada e foi a responsável direta pela criação de um novo protocolo no telejornalismo da emissora. Até então, os apresentadores de telejornais só anunciavam suas ausências em casos de grandes períodos de afastamento, como férias ou licenças para tratamentos médicos. Para folgas ou pequenos recessos, o canal simplesmente não fazia menção ao sumiço do titular e seguia a linha “a notícia é mais importante do que quem está na bancada”. Agora, a ordem é outra: o telespectador dos jornalísticos deve ser avisado com clareza das ausências que durem três ou mais dias.

William Bonner, que já tinha combinado sua folga com a diretoria de Jornalismo há várias semanas, foi o primeiro a ser afetado pela nova determinação da diretoria da Globo. Temerosa que o editor-chefe e âncora do Jornal Nacional se transformasse em alvo dos mesmos rumores que sua colega de bancada, os executivos da emissora pediram para que ele deixasse explícito a razão de sua ausência. E ele o fez. Ao se despedir do público no final da edição de terça (20), o jornalista deixou claro que iria tirar alguns dias de descanso e anunciou até mesmo o seu substituto.

“Eu vou tirar alguns dias de folga, estou precisando descansar um pouquinho. Amanhã [quarta-feira], o JN vai ser com a Renata [Vasconcellos] e com o nosso colega Hélter Duarte. Eu volto na segunda-feira que vem, tá bom? Até lá”, comunicou o âncora do telejornal mais assistido do país. Normalmente, esse tipo de aviso só era feito nas férias dos âncoras dos jornalísticos da Globo, e não em períodos curtos de ausência. William Bonner só deixará de fazer quatro edições do Jornal Nacional, algo plenamente normal — ou pelo menos deveria ser. Mas, em tempos de crise sanitária, o apresentador teve que usar até as redes sociais para ressaltar que está tudo bem com ele.

O excesso de exposição do ex-marido de Fátima Bernardes é um reflexo direto do incômodo com o noticiário sobre o estado de saúde de Renata Vasconcellos. Na semana passada, ela passou cinco dias distante da bancada do telejornal para o tratamento de um resfriado mais forte, com sintomas semelhantes aos de uma infecção respiratória, conforme antecipado em primeira mão pelo TV Pop. A apresentadora, porém, teve a suspeita descartada logo no segundo dia de seu afastamento, e só permaneceu mais tempo em casa para se recuperar completamente da gripe.

Porém, como a Globo havia decidido não mencionar sequer que a jornalista estava resfriada, a notícia de que ela foi afastada por prevenção provocou uma boataria sobre qual seria o verdadeiro estado de saúde dela. A emissora não esperava que um sumiço tão breve fosse capaz de causar uma avalanche de rumores, e tampouco que o assunto fosse virar notícia até na Folha de S.Paulo. Diante disso, se decidiu que é melhor blindar os jornalistas de situações como essa e que, ao menos até as coisas voltarem ao normal, o ideal é sempre avisar o motivo da ausência dos âncoras.

Leia mais