RedeTV! muda programação na surdina e decide tirar Nathália Arcuri do ar

Nathália Arcuri conseguiu se livrar da RedeTV! (foto: Reprodução)
Nathália Arcuri conseguiu se livrar da RedeTV! (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Em uma movimentação que deixaria Silvio Santos com inveja, a RedeTV! decidiu no final de segunda-feira (26) que não irá continuar com as exibições do Me Poupe! Show. A atração da demissionária Nathália Arcuri seguiria fazendo parte da programação da emissora por tempo indeterminado, mesmo com a apresentadora afirmando publicamente que se demitiu por não apoiar a linha editorial da empresa. Sem tempo hábil para montar um programa substituto, o canal irá recorrer para uma programação de emergência a partir da noite desta terça-feira (27).

O espaço deixado pela atração de economia será preenchido pelo Hervolution, concessionário produzido em parceria com a produtora musical Kondzilla, que deixa a faixa das 23h30 para ser transmitido às 22h30, fazendo dobradinha com o TV Fama. Para ocupar o espaço do projeto de empoderamento feminino, a RedeTV! escalou o seu telejornal da madrugada: as edições de terça do Leitura Dinâmica irão ao ar entre 23h30 e 0h15 — em outros dias, o jornalístico só costuma começar depois de meia-noite e meia.

Na faixa do noticiário, a emissora exibirá um compacto dos melhores momentos do matinal Vou te Contar. A revista eletrônica de Claudete Troiano ficará até no ar até 1h15, horário em que o canal iniciará uma extensa maratona das pegadinhas de João Kleber, empacotadas dentro do Te Peguei. O programa, que normalmente é utilizado apenas no espaço vago antes da programação religiosa das madrugadas, terá quase duas horas, chegando ao fim apenas às 3h.

Inicialmente, conforme antecipado pelo TV Pop, os executivos da RedeTV! haviam decidido ignorar solenemente o pedido de demissão de Nathália Arcuri. Temendo uma nova fuga de anunciantes, a emissora planejava reprisar os 15 episódios produzidos do Me Poupe! Show por tempo indeterminado — a jornalista, que também é a dona da marca e do formato do programa de economia, cogitou acionar o canal judicialmente para que a atração fosse tirada do ar.

Diante disso, a diretoria — já infeliz e com vários problemas graças as pelejas judiciais provocadas por Sikêra Jr. — optou por evitar uma nova confusão judicial. Nos últimos dias, a emissora pediu aos anunciantes do projeto uma espécie de voto de confiança, dizendo que teriam o seu investimento compensado em produtos que já estão no ar e que tem bons índices de audiência. Deu certo: as marcas, apesar de terem investido em um formato qualificado, serão transferidas para programas como Superpop e Encrenca, que tem forte apelo entre as classes C, D e E.

Leia mais