Dispensada pela Record, Adriana Araújo terá nova reunião com direção da Band

Adriana Araújo terá nova reunião com diretores da Band (foto: Divulgação)
Adriana Araújo terá nova reunião com diretores da Band (foto: Divulgação)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Demitida pela Record em março, a jornalista Adriana Araújo pode estar perto de fechar contrato com a Band. A ex-apresentadora do Jornal da Record e a emissora dos Saad terão um novo encontro para ajustar os detalhes de um possível acordo nos próximos dias. As informações são do colunista Flávio Ricco, do portal R7. Em junho, a profissional foi recebida nas instalações do canal por Rodolfo Schneider, diretor de Jornalismo, e por Rosângela Lara, responsável pela reformulação do BandNews TV nos últimos meses.

Antes do fim de seu contrato com a Record, âncora era vista como o próximo reforço da CNN Brasil. Surpreendentemente, o acordo dado como certo acabou não prosperando, muito por conta da troca de chefias do canal de notícias — Douglas Tavolaro deixou o posto de CEO e foi substituído por Renata Afonso. Nas redes sociais, a jornalista até tem brincado com o imbróglio sobre o seu próximo emprego. “O meu destino será como Deus quiser”, disse ela em abril, usando uma famosa música da cantora Simone.

Dispensada pela rede da Barra Funda por ter se tornado opositora aos princípios editoriais da empresa, que tem viés assumidamente governista, Araújo não tem perdido oportunidades de alfinetar sua antiga empregadora. Na carta em que se despediu dos colegas de trabalho, a apresentadora fez questão de dizer que defendia a “verdade” e que trabalhava “ao lado da ciência e da vida”.

Nas redes sociais, Adriana Araújo também não pensa duas vezes em dizer que a Record não era mais o seu lugar. “Porque você saiu da Record?”, questionou um fã. “Ciclos que se fecham. Fui feliz lá, mas agora não é o meu caminho”, retrucou a jornalista, que também não hesitou em responder qual era o seu maior desafio no jornalismo. “O que vivo agora. Fazer escolhas difíceis para seguir o que verdadeiramente acredito”, concluiu ela.

Leia mais