Globo bate o martelo e define data de reestreia da novela Duas Caras

Duas Caras será reapresentada pelo Globoplay a partir do dia 30 de agosto (foto: Reprodução/TV Globo)
Duas Caras será reapresentada pelo Globoplay a partir do dia 30 de agosto (foto: Reprodução/TV Globo)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Contrariando o planejamento original de lançamentos de agosto, a Globo decidiu que irá disponibilizar mais uma novela clássica em sua plataforma de streaming ainda neste mês. A partir do dia 30, o Globoplay colocará em seu catálogo os 210 capítulos de Duas Caras, trama exibida originalmente entre outubro de 2007 e maio de 2008. O folhetim dirigido por Wolf Maya nunca foi reprisado na TV Globo, tampouco no Viva, canal da empresa na TV por assinatura. Com isso, três clássicos da teledramaturgia global serão disponibilizados pelo serviço em agosto.

A emissora já confirma a novidade. Antes do retorno de Duas Caras, o Globoplay disponibilizou nesta segunda-feira (2) A Viagem e irá incluir os capítulos de Era Uma Vez… no dia 16. O folhetim escrito por Silva foi o primeiro da rede a ser totalmente gravado e exibido em alta definição pela TV Globo, e também foi a primeira trama da emissora a não ter o seu último capítulo transmitido em uma sexta-feira, e sim no sábado, sem a tradicional reprise no dia seguinte.

Para contar uma história essencialmente brasileira, o diretor Wolf Maya começou a gravar Duas Caras em diferentes regiões do país para poder mostrar paisagens e hábitos do Sul, do Nordeste e do Sudeste. Em dois meses, a equipe da novela passou por São Bento do Sul, em Santa Catarina; Canela, no Rio Grande do Sul; Recife, Olinda e Ilha de Itamaracá, em Pernambuco; além de ter gravado nas cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo. Duas Caras ainda teve locações em Paris, retratando a vida dos brasileiros que vivem no exterior.

A trama central da novela conta a história da vingança da jovem Maria Paula (Marjorie Estiano) contra Marconi Ferraço/Adalberto Rangel (Dalton Vigh), homem misterioso que, após casar-se com ela por interesse, desaparece levando toda a sua fortuna. A história tem início na infância do menino Juvenaldo (André Luiz Frambach), que mora com a família em uma região pobre de Pernambuco e é vendido pelo pai ao forasteiro Hermógenes (Tarcísio Meira).

O menino é rebatizado de Adalberto e aprende toda sorte de trapaças com o inescrupuloso viajante, passando a rodar pelas estradas brasileiras com uma suposta máquina de fazer dinheiro. A vida de Adalberto começa a mudar a partir do dia em que presencia um terrível acidente na estrada, que resulta na morte de Waldemar (Fulvio Stefanini) e Gabriela (Bia Seidl). Ao vasculhar o carro capotado, ele encontra pacotes de dólares, documentos e uma foto de Maria Paula, a filha única do casal, herdeira de uma grande fortuna. Neste momento, Adalberto percebe que pode dar seu maior golpe.

Leia mais