Datena reclama ao vivo e humilha produção do Brasil Urgente na Band

Datena se irritou com a demora da produção do Brasil Urgente em fazer um levantamento de preços de remédios pelo país (foto: Reprodução/Band)
Datena se irritou com a demora da produção do Brasil Urgente em fazer um levantamento de preços de remédios pelo país (foto: Reprodução/Band)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

José Luiz Datena se revoltou e deu uma bronca ao vivo na produção do Brasil Urgente nesta segunda-feira (2) na Band. O âncora do policialesco cobrou o levantamento sobre os estados brasileiros que mais cobram impostos nos preços dos remédios. “Faz mais de um ano que estou pedindo para a produção esse levantamento sobre os preços dos remédios. Tô pedindo isso faz séculos. São 15 dias falando sobre isso aqui. Quero saber quais são os estados que mais cobram em remédios. Por que não fizeram até hoje?”, disparou o apresentador.

Datena ficou irritado ao ser informado que o levantamento estava em produção. “Daria para vocês levantarem preços de remédios no mundo inteiro”, disse o jornalista da Band. “Falem que vocês não fizeram porque não interessa a minha opinião. Aí eu calo a boca aqui. Eu quero saber isso amanhã. Vocês não precisam me respeitar, mas precisam respeitar o telespectador da Band. Isso é simples. Alguém com boa vontade faz isso em meia hora”, se revoltou. “Era melhor vocês não me responderem nada. Eu pego o celular aqui e faço”, respondeu o jornalista.

Datena se emociona ao vivo

Na semana passada, José Luiz Datena se emocionou enquanto apresentava o Brasil Urgente. Depois de uma reportagem sobre o aumento de contas e produtos básicos no país, o jornalista contou aos telespectadores que foi diagnosticado com diabetes gravíssima e que desembolsa cerca de R$ 2 mil mensais com medicamentos para conseguir levar uma vida normal. “Eu gasto com esses negócios de insulina, aparelho de medir e tal, porque eu tenho dinheiro. Senão eu já estaria morto. Eu morro se não tomar isso aí, e a insulina tem que ser conservada dentro da geladeira por ter prazo de validade”, contou.

“Eu tenho diabetes grave. Grave não, gravíssima. Eu gasto perto de dois mil reais com esses negócios. O governo até parou de distribuir insulina para muita gente durante um tempo. A insulina deles, eles distribuem com uma seringa enorme. Eu tomo com a agulhinha pequeninha. Se eu ficar sem tomar insulina, eu morro. Se a insulina estragar, ela perde a validade, perde a função dela. Aí já era”, desabafou o apresentador. Ele decidiu revelar a situação após ver o caso de uma telespectadora, também portadora da doença, mas que se viu obrigada a guardar a geladeira em que o medicamento era guardado para conseguir economizar na conta de energia.

Por conta de sua idade e de seus problemas de saúde, Datena já tem feito planos para se afastar gradativamente do comando do Brasil Urgente. Assumidamente workaholic, o jornalista decidiu abrir mão de parte da sua jornada de trabalho para começar a ter folgas aos finais de semana e, finalmente, ter tempo para descansar.

Com isso, a Band tem feito testes para implantar um rodízio de apresentadores nas edições de sábado do telejornal: o repórter Lucas Martins se revezará na função com dois dos filhos do âncora, Joel — que apresenta o Bora SP e o Bora Brasil — e Vicente, contratado da afiliada da emissora em Goiânia.

 

 

Leia mais