Band ressuscita programa que apresentador matava para ter audiência

Wallace Souza foi o principal apresentador do polêmico Canal Livre (foto: Reprodução/Band)
Wallace Souza foi o principal apresentador do polêmico Canal Livre (foto: Reprodução/Band)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O polêmico Canal Livre voltará para a programação da Band no Amazonas depois de 13 anos da sua última edição na emissora. O jornalístico ficou internacionalmente conhecido por conta do apresentador Wallace Souza (1958-2010), que chegou a ser preso meses antes de sua morte, sob a acusação de liderar uma organização criminosa criada para organizar assassinatos apenas para que a atração tivesse bons índices de audiência, já que as equipes de reportagem chegavam aos locais dos crimes antes mesmo das ambulâncias e da polícia. Willace Souza, filho do ex-âncora, terá a missão de suceder o pai no comando do noticioso.

O programa retornará ao ar no dia 23 de agosto, às 13h30, sob o título Programa Livre. O nome é o mesmo utilizado para a breve tentativa de retorno da atração feita há oito anos na TV Norte, afiliada do SBT no estado. Sem o mesmo sucesso de outrora, ele foi rapidamente descontinuado — naquele ciclo, o jornalístico teve comando de Carlos Souza, irmão de Wallace, que atuava como repórter do formato original.

O Canal Livre, marcado como “o programa em que o apresentador matava para ter audiência”, deu origem até a uma produção nacional da Netflix. A plataforma de streaming lançou há dois anos a série Bandidos na TV, que conta toda a história da atração, do seu auge até o declínio após a prisão e morte de Wallace Souza. O seriado documental deixa uma lacuna em aberto: afinal, a família Souza realmente cometia assassinatos em série para turbinar o Ibope de seu programa ou foram vítimas de uma armação coordenada por grupos políticos rivais?

Polêmica a parte, Willace Souza festejou o retorno do jornalístico nas redes sociais e fez questão de ressaltar que irá honrar o legado deixado pelo seu pai. “Programa Livre de volta pra casa, na Band! Com muita felicidade e o coração cheio de lembranças do meu saudoso pai Wallace, me encarreguei de trazer de volta o legado desse programa que marcou gerações no nosso Estado. Toda honra e toda glória a Jesus”, pontuou o apresentador.

Leia mais