Benja diz que Neto “grita, xinga e ofende todo mundo” para ter audiência

Benja aproveitou programa do SBT para alfinetar comportamento de Neto (foto: Reprodução/SBT)
Benja aproveitou programa do SBT para alfinetar comportamento de Neto (foto: Reprodução/SBT)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Benjamin Back, o Benja, foi ao programa de Raul Gil, no SBT, e não “tirou o chapéu” para o craque Neto, da Band, como apresentador. O comandante do Arena SBT criticou a postura profissional do ídolo do Corinthians, com quem já enfrentou uma batalha judicial. “O Neto se deixou tomar conta por um personagem que ele criou. Ele viu que xingar, brigar, ofender todo mundo dá audiência para ele e deixou o personagem tomar conta”, começou.

“Eu era muito amigo dele, tivemos uma briga famosa no ar. Depois, ele me processou e perdeu. Ele me processou por danos morais e eu disse que comprovava tudo o que falei dele. E ganhei. Então, fala, grita, ofende, xinga todo mundo. Agora, se botar as pessoas que ele xinga na frente dele, ele não vai fazer isso. Faz atrás das câmeras. O Neto jogador eu tiro. O Neto que eu tô vendo, não tiro de jeito nenhum. E outra, xinga, ofende, chama as pessoas que xinga e ofende no programa. Deixa o outro lado argumentar”, declarou Benja.

O apresentador do SBT disse que o rival precisa tomar cuidado, pois possui telhado de vidro. “Você precisa tomar cuidado quando você tem o telhado de vidro. Ele que seja feliz, não desejo mal dele, continua sendo meu camisa 10 de todos os tempos no Corinthians”, afirmou.

Apesar dos problemas, ele revelou tirar o chapéu para o jogador. “Eu tiro o chapéu para o Neto como jogador. Nunca escondi que torço para o Corinthians. Foi um grande ídolo meu, não é mais. Para o torcedor do Corinthians que tem na lembrança 1990, foi um campeonato que foi o maior ano da vida do Neto, ele fez loucuras. Eu não posso ser recalcado. Se falar para montar o Corinthians de todos os tempos, o camisa 10 é o Neto”, pontuou.

Leia mais