Record copia Globo e coloca irmã de Patrícia Poeta na previsão do tempo

Paloma Poeta foi escalada para comandar o mapa-tempo do JR, mesma função que Patrícia Poeta tinha no JN há 20 anos (foto: Reprodução/Record e Globo)
Paloma Poeta foi escalada para comandar o mapa-tempo do JR, mesma função que Patrícia Poeta tinha no JN há 20 anos (foto: Reprodução/Record e Globo)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Coincidência ou inspiração? Os telespectadores mais atentos do Jornal da Record no sábado (14) certamente viram uma modificação na equipe do telejornal. O mapa-tempo, habitualmente apresentado por Mariana Bispo e Lidiane Shayuri, foi comandado pela primeira vez pela repórter Paloma Poeta, que costuma atuar no Rio de Janeiro. Ela foi deslocada para os estúdios de São Paulo apenas para essa função, seguindo os mesmos passos trilhados por sua irmã há duas décadas. Patrícia Poeta, atualmente no É de Casa, saiu do Rio Grande do Sul justamente para fazer o mapa-tempo de diversos telejornais da Globo, inclusive do Jornal Nacional — como na foto que ilustra a reportagem.

A Record tinha planos maiores para Paloma Poeta. Há três meses, a repórter teve sua primeira chance como âncora e estreou na apresentação da edição de sábado do Fala Brasil poucos dias depois da demissão de Carla Cecato e de um súbito afastamento de Thalita Oliveira, que também correu risco de ser demitida. Ela apresentou o telejornal durante alguns finais de semana, mas foi tirada do rodízio depois da última reformulação do jornalístico, que ganhou formato próximo ao de uma revista eletrônica e passou a ter três âncoras fixas.

TV Pop apurou que uma promoção de Paloma para a bancada do Jornal da Record foi avaliada como inviável por conta do excesso de mulheres na equipe de reservas do noticioso: são cinco, contra apenas dois homens para ocupar a cadeira masculina do telejornal. Promover mais uma mulher desequilibraria a balança ainda mais, além dos riscos de causar insatisfação em nomes mais experientes da reportagem da emissora, que já até fizeram pilotos para a vaga, mas nunca foram realmente convocadas para atuar na função.

Além do mapa-tempo do Jornal Nacional, Patrícia Poeta teve outras funções antes de se tornar âncora do telejornal: ela foi âncora do SP1, plantonista do Jornal Hoje, correspondente da Globo nos Estados Unidos e apresentadora do Fantástico. Até agora, sua irmã já desempenhou algumas funções parecidas na Record: foi âncora de telejornal local, plantonista em noticiário de rede e, agora, apresentadora da previsão do tempo. Carolina Ferraz que se cuide…

Leia mais