Rafa Kalimann afirma que governo Bolsonaro é um “período de trevas”

Rafa Kalimann saiu do muro e falou sobre o governo atual (foto: Reprodução)
Rafa Kalimann saiu do muro e falou sobre o governo atual (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Rafa Kalimann usou as redes sociais para responder as perguntas dos seguidores e falou sobre o governo brasileiro, se pretende ter filhos e como valoriza a sua carreira. Questionada sobre a situação do país e se acredita que o Brasil tem jeito, a apresentadora da Globo afirmou que “todo dia é uma tragédia” nova.

“Prefiro acreditar que sim, embora esse governo e a política façam tudo para eu pensar que não. Não bastasse a tristeza de saber que mais de 500 mil pessoas foram vítimas de infecção respiratória, todo dia é uma tragédia nova. Ataques à cultura, à arte, à ciência, à Amazônia, aos índios (e aqui colocaria uma extensa lista)… mas se Deus quiser esse período de trevas vai acabar”, relatou.

A influenciadora contou que pretende ter muitos filhos. “Casa cheia e mesa grande, mas se vai ser logo, isso eu não sei. Essa pergunta sempre vem, muitas vezes por ver como amo meus sobrinhos (inclusive eu quero mais) e outras até como uma ‘cobrança’ (muitas vezes sem maldade) que cada vez mais está ultrapassada. Recebo tantas mensagens de mulheres que passaram por divórcio ou que ainda não são mães, ou que acreditam estar ‘passando da idade’ (isso não existe!) e se cobram”, contou.

“Hoje nós podemos desejar ser mãe ou não, casar ou não, isso há muito tempo deixou de ser obrigação para as mulheres. A mulher pode se sentir realizada e estar focada em outras questões também, assim como pode escolher o momento que se sentir bem pra viver isso, se hoje ou se daqui 10 anos”, declarou.

Um seguidor perguntou como Rafa Kalimann se sente ao ver os sonhos se realizando. “Eu agradeço e continuo trabalhando. São 14 anos de muita dedicação pra começar a colher os frutos do que eu busquei, e é só o começo. Eu curto a vista da montanha enquanto percorro ela, isso me faz valorizar cada passo e reconhecer eles”, concluiu.

Leia mais