Fred abre o jogo e revela detalhes do relacionamento com Bianca Andrade

Fred e Boca Rosa são pais do pequeno Cris (foto: Reprodução)
Fred e Boca Rosa são pais do pequeno Cris (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Fred concedeu uma entrevista a GQ e relatou como tem sido a vivência da paternidade com seu primeiro filho, o Cris. O marido de Bianca Andrade contou como é a rotina dele em apoiar a amada. “Eu fico do lado da Bia praticamente todas as vezes que ela vai amamentar, para saber se ela está bem, se ela precisa de água, ajudo a posicionar o bebê, coloco TV para ela se distrair. Porque imagino o quanto é difícil para ela, então está sendo um momento muito importante”, disse.

“Está sendo uma experiência incrível, sou muito grato por estar vivendo esse momento. Um dos meus sonhos sempre foi ser pai. É engraçado porque quando eu conversava com alguns amigos que são pais eles sempre me falavam como é um momento mágico quando você segura seu filho no colo pela primeira vez, e ali você tem o estalo de que se tornou pai. Eu não tive isso, mas depois percebi que não tive porque eu já me sentia pai. Participei de toda a gestação e estive muito presente. Agora que ele nasceu, consigo direcionar esse amor que eu já sentia para essa pessoinha maravilhosa!”, afirmou o youtuber.

O influenciador relembrou o início da gestação de Bianca Andrade. “Desde o início eu estive muito envolvido com a gestação. Fui com ela praticamente em todas as consultas, lemos livros e assistimos vídeos falando sobre gestação e criação de filhos. Também participei das aulas com orientações sobre amamentação, porque esse é um momento muito delicado na vida da mãe e igualmente importante pra mim. Então, o que eu puder fazer para tornar a rotina da Bianca e do Cris melhor, eu vou fazer. De madrugada, por exemplo, eu fico com ele para que ela possa dormir algumas horas sem interrupções”, afirmou Fred.

O criador de conteúdo declarou que o casal pretende ter uma menina, mas que ainda é muito cedo para pensar. “A gente tem vontade de ter uma menininha, mas ainda é muito cedo. Porque a gente sabe que é bem difícil esse início de vida e cada fase nova terá sua dificuldade nova. A gente tem muita vontade sim, mas ainda é cedo para pensar nisso”, declarou.

Leia mais