Marcelinho Carioca achou que convite do The Masked Singer era piada

Marcelinho Carioca ficou incrédulo com convite para o The Masked Singer Brasil (foto: Reprodução/TV Globo)
Marcelinho Carioca ficou incrédulo com convite para o The Masked Singer Brasil (foto: Reprodução/TV Globo)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Marcelinho Carioca foi o terceiro eliminado do The Masked Singer Brasil, da Globo, e contou que questionou se o convite para o reality musical estava sendo feito para a pessoa certa. Em entrevista para as plataformas digitais do programa, ele declarou que não sabia como tinha aceitado cantar em uma atração musical sem saber cantar. “Eu mesmo não acredito como participei disso, como eu entrei nessa festa, nessa dança, mas me joguei de corpo e alma. Eu lembro que os figurinistas falaram assim pra mim ‘dê vida ao personagem’. Então, falei: ‘como ninguém tá me vendo mesmo'”, relembrou.

O ídolo do futebol contou que estranhou o convite para participar do programa mesmo já tendo um grupo de samba gospel chamado Divina Inspiração. “Quando o [Adriano] Ricco, o diretor, me ligou, eu falei: ‘Tá falando com a pessoa certa? Tá falando com a assessoria certa? Eu não canto nada’. Eu tinha um grupo de samba gospel e cantava tão bem que só podia cantar metade de uma música. Falei: ‘você tá ligando para a pessoa errada'”, afirmou.

Mesmo sem ser um profissional, Marcelinho Carioca aceitou o convite e não teve medo de subir ao palco para se apresentar. O motivo? A fantasia de Coqueiro. “Eu sou cara de pau, extrovertido, sou menino da comunidade. Então, eu não tenho vergonha de nada. Eu tenho orgulho de enfrentar as situações. Acima de tudo, eu estava protegido e ninguém me vendo e falei: ‘vou zoar, dançar e me divertir'”, revelou.

O atleta declarou quais eram as apostas musicais que ele iria fazer se continuasse na disputa. “Tinha música do Bruno e Marrone, do Belo, Ferrugem… Minha linha foi do cariocão, do samba. Tem de tudo, mas eu sou um carioca mais de mato”, concluiu.

Leia mais