SBT exibe edição do Passa ou Repassa apresentada por Silvio Santos

SBT resgata edição do Passa ou Repassa com Silvio Santos (foto: Divulgação/SBT)
SBT resgata edição do Passa ou Repassa com Silvio Santos (foto: Divulgação/SBT)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O SBT exibe no próximo domingo (5), às 20h, uma edição rara do game Passa ou Repassa com apresentação de Silvio Santos. O canal voltou a apostar em reprises no horário do tradicional programa do empresário depois que ele foi contaminado pelo vírus da crise sanitária. Por enquanto, a previsão é que o dono da emissora volte aos estúdios para gravar suas atrações somente após ser imunizado com a dose de reforço da vacina contra a Covid-19.

O programa exibirá também o Topa Tudo Por Dinheiro traz uma pegadinha com a atriz Cida Marques, enquanto no Hot Hot Hot estarão presentes o cantor Sidney Magal, a apresentadora Andréia Veiga e o cantor Conrado. O Em Nome do Amor’ recorda a presença da estrela internacional Gabriela Spanic, atriz que ficou famosa especialmente por seus papéis como Paola e Paulina na novela mexicana A Usurpadora.

Na disputa musical do Qual é a Música, os grupos de pagode Exaltasamba e Karametade se enfrentam para provarem seus conhecimentos. Tem ainda o sorteio do Vitrine SBT e as Câmeras Escondidas, Chuva de Meteoros, Frutas Falantes, Vendendo Vaga na Fila, Palhaço dá Tortada, Invasão Alienígena e Moedor de Porco.

Ministério da Justiça reclassifica programa de Silvio Santos

Um dos programas mais antigos da televisão brasileira, o Programa Silvio Santos teve sua classificação indicativa alterada pelo Ministério da Justiça. Em despacho publicado na última quinta-feira (26) no Diário Oficial da União, a Coordenação de Política de Classificação Indicativa mudou a advertência de “não recomendado para menores de dez anos”, que vigorava desde 2008, para “não recomendado para menores de doze anos”.

Em monitoramento do programa de Silvio Santos, o órgão do governo federal constatou “ato violento (12 anos), agressão verbal (12 anos), estigma/ preconceito (14 anos), linguagem chula (12 anos), linguagem de conteúdo sexual (12 anos), dentre outras, algumas agravadas por frequência e relevância”.

Antes de ser reclassificado, o próprio SBT solicitou à Coordenação de Política de Classificação Indicativa a alteração da advertência. Agora, além da nova classificação, o Ministério da Justiça recomenda que o programa do dono da emissora paulista seja exibido a partir das 20h.

Em decisão de 2016, o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou a vinculação horária à classificação indicativa nas emissoras de televisão aberta. Com isso, os programas não são obrigatoriamente exibidos no horário recomendado pela classificação. Antes, as redes de televisão estavam sujeitas a multas ou até mesmo sanções jurídicas caso não seguissem a vinculação horária.

Leia mais