“EU PRECISO ESTUDAR”

Rafa Kalimann justifica demora para se posicionar em assuntos polêmicos

Rafa Kalimann disse que precisa estudar para se posicionar sobre temas polêmicos (foto: Reprodução)
Rafa Kalimann disse que precisa estudar para se posicionar sobre temas polêmicos (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Rafa Kalimann falou pela primeira vez sobre o cancelamento que sofreu após compartilhar um vídeo em maio em que um pastor se mostra contra o casamento homoafetivo. A influenciadora havia publicado em suas redes sociais e internautas entenderam que a modelo concordava com o posicionamento do religioso. “Eu compartilhei o vídeo de um pastor que falava de casamento gay. E minha visão do vídeo foi diferente do que de fato o vídeo é. É a primeira vez que falo disso. É difícil falar”, começou.

“Eu compartilhei com a intenção de mostrar quem usa da palavra para desrespeitar. As pessoas começam a te exigir tanto, que você saiba de tantas coisas e eu não sei tudo. Eu compartilhei esse vídeo sem saber que mensagem ele tem. De fato, eu machuquei muita gente. Eu reconheço isso. Eu fiquei muito triste porque na hora o meu desespero foi ter ferido as pessoas que eu amo. Foi muito ruim viver aquilo, mas eu aprendi que tenho que estar muito mais atenta justamente para não correr esse risco”, afirmou ela em entrevista ao podcast PodDelas.

A apresentadora declarou que após o episódio recebeu diversas mensagens de ódio e até ameaças de morte. “Foi muito pesado. Eu fui ameaçada de morte quando isso aconteceu”, disse.

Rafa Kalimann contou que os internautas exigem um posicionamento dela o tempo todo. “Uma vez entrei no Twitter e vi que estavam me pedindo um posicionamento sobre uma pauta que eu não conhecia. Tive que parar o que estava fazendo com a minha família para poder entender o assunto e me posicionar. Eu demoro para me posicionar mais porque eu preciso estudar, preciso entender. Pode ser que meu estudo vá demorar anos ou pode ser que dure uma semana. É muito além de compartilhar uma coisa ali”, contou.

Leia mais