“NUNCA JOGO NO EASY”

Tiago Leifert revela ter se cansado da vida fácil trabalhando na Globo

Tiago Leifert deixará a Globo em dezembro (foto: Reprodução/TV Globo)
Tiago Leifert deixará a Globo em dezembro (foto: Reprodução/TV Globo)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Tiago Leifert falou sobre a decisão de não renovar seu contrato com a Globo em entrevista ao programa Mais Você, com Ana Maria Braga. O apresentador relatou que a ideia de deixar a emissora começou a ser alimentada em 2020. “Teve um dia, que talvez tenha sido a minha grande epifania do ano passado, no BBB20”, revelou ele.

“Eu cheguei em casa cerca de três ou quatro horas da manhã, a Daiana [Garbin] acordou e falou: ‘O programa foi demais! Você não está feliz?’ e eu falei: ‘Não, porque eu não fiz mais do que a minha obrigação’. Ela falou: ‘Você não vai comemorar?’. Eu: ‘Não, vou comemorar em maio, quando a gente entregar a temporada’. Mas na verdade, Ana, é que eu não comemorei em maio também porque eu já estava preocupado com o próximo. E foi aí que eu parei e falei: ‘Mas quando eu vou declarar vitória?'”, questionou.

O jornalista estava na Globo desde 2008 e afirmou que sua postura é de sempre procurar ser melhor. “Tem tanta coisa que quero aprender, quero estudar, cuidar da minha família. Era essa escolha que eu tinha que fazer. A missão aqui está cumprida, mas eu posso voltar. Eu pego pesado comigo. Nunca jogo videogame no easy. Jogo no hard. A primeira vez que tive esse pensamento [de sair] foi há quatro ou cinco anos, mas soterrei essa vontade”, disse.

O apresentador relatou a participação da emissora em sua vida. “Meu pai trabalhou desde 1988 e se aposentou em 2017. Vinha na Globo brincar quando era pequenininho. Conheci minha esposa na Globo, minha irmã conheceu o marido na Globo… Foi uma decisão difícil, mas é o que quero no momento”, pontuou Tiago Leifert.

“Nunca sonhei ser apresentador, ser famoso. Minha vontade era trabalhar na Globo, na área de esporte. Fui estudar nos Estados Unidos. Era caro [o curso], mas fui para ser o melhor. Fui um dos melhores alunos da classe, consegui bons estágios e quando voltei fui para a TV Vanguarda, afiliada no interior de São Paulo. Em 12 de janeiro de 2009, quando estreei no Globo Esporte, acho que foi uma grande mudança. Todo mundo falou que não ia dar certo, ninguém acreditava e deu. O formato está aí há mais de dez anos”, concluiu.

Leia mais