IBOPE EM ALTA

SBT cresce em Brasília e lidera audiência após reformular telejornal local

Felipe Malta é o âncora do SBT Brasília 1ª Edição, que completou dois meses no ar (foto: Reprodução/SBT)
Felipe Malta é o âncora do SBT Brasília 1ª Edição, que completou dois meses no ar (foto: Reprodução/SBT)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A reformulação do telejornalismo local do SBT no Distrito Federal já tem rendido bons índices de audiência para a emissora de Silvio Santos. Pouco mais de três meses de rebatizar e reformular seus três telejornais, o canal ganhou público e viu seus índices de ibope crescerem exponencialmente, principalmente na faixa do meio-dia. A faixa, que até então chegava a empatar tecnicamente com a governamental TV Brasil, recuperou boa parte dos telespectadores perdidos e já voltou a disputar a vice-liderança com o Balanço Geral, da Record. Na segunda (20), o SBT Brasília 1ª Edição chegou a ficar na primeira colocação durante três minutos não consecutivos.

Desde junho, o telejornal local do SBT na hora do almoço passou a ser apresentado por Felipe Malta, deslocado do noticiário noturno após a demissão de Neila Medeiros. Além de mudar de nome, o noticioso também mudou o seu perfil e passou a ser mais popular, explorando também assuntos de outros estados, deixando de abordar apenas os temas da capital do país, e ganhou mais meia hora no ar, indo ao ar das 11h45 às 13h — o TV Pop apurou que há um estudo para viabilizar uma nova ampliação, de mais 15 minutos, dobrando a duração que tinha até agosto.

Na segunda-feira, o SBT Brasília 1ª Edição marcou média de 5 pontos, mesmo índice obtido pela Record, e ficou na vice-liderança em sua faixa horária. A TV Brasil, que outrora representou perigo para o jornalístico, teve apenas 0,1 ponto e foi superada pelo 1,2 da TV Brasília, que exibia dois telejornais locais, e pelo 1,1 da Band, com o Jogo Aberto, a primeira edição do Band Cidade e parte do Jogo Aberto DF. A Globo, com o Encontro e o DF1, liderou a faixa com 12,2 pontos — o noticioso comandado por Fábio William começou com 7,3 pontos e chegou a registrar 17,2 às 12h55.

A edição noturna do SBT Brasília também já apresenta sinais de reação. Sob o comando de Viviane Costa, que ficou conhecida dos telespectadores da capital por ter apresentado o Globo Esporte regional, o telejornal encurtou a sua distância para a Record: na segunda-feira, ele marcou média de 3,4 pontos. O DF Record, vice-líder, pontuou 4,7, enquanto o DF2, da Globo, registrou 22,5 e foi o segundo programa mais assistido da cidade no dia, perdendo só para o Jornal Nacional, que cravou 22,9 de média.

 

Leia mais