ENTRE QUATRO PAREDES

Sabrina Sato diz ter ‘preguiça’ de incrementar vida íntima com Duda Nagle

A apresentadora Sabrina Sato em entrevista ao programa Saia Justa, do GNT
Sabrina Sato falou sobre a vida entre quatro paredes com Duda Nagle (foto: Reprodução/GNT)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Sabrina Sato esteve no programa Saia Justa, do GNT e durante a atração, a apresentadora contou sobre a sua vida íntima com Duda Nagle. “Eu não sou toda performática na hora do sexo. Eu acho cafona demais ser performática. Eu detesto, tem que ser uma posição, duas no máximo. Fazer quatro ou cinco posições é coisa de filme pornô. Eu sou uma pessoa que tenho déficit de atenção e se por acaso, eu tô envolvida e se fala algo que não gosto. Interrompeu!”, revelou a comunicadora, que ainda fez outras confissões para a atração do programa do canal pago da Globo.

A empresária revelou que tem preguiça quando o assunto é sexo. “O Duda pode falar [na hora do sexo], mas tem que ser algo que eu queira ouvir. Tenho preguiça, não faz o meu estilo não. Sou mais simples! Esse negócio de filme de Hollywood, filmes eróticos, as grandes performances, isso não é comigo não”, confessou a contratada da Record para as integrantes do Saia Justa.

“No início do meu relacionamento com o Duda, eu não sou uma pessoa que tenho vergonha de falar com muitas pessoas, mas tenho vergonha de estar sozinha com alguém. No começo da relação, eu vivia bêbada porque eu morria de vergonha”, contou a apresentadora do Ilha Record.

Sabrina Sato também relatou que teve problemas de saúde por excesso de trabalho. “Eu tive burnout e sem saber que era ou que estava acontecendo. Eu lembro que eu estava sempre doente e do nada ia parar no hospital. Era excesso de trabalho, excesso de querer me dar por inteira. Tive que parar na gravidez da Zoe. Estava com picos de estresse. Estou aprendendo a me acalmar e a buscar o equilíbrio! A busca pela perfeição não me representa mais. Eu ia correr uma da manhã depois de gravar e queria dar conta de tudo”, relatou.

Leia mais