MEDIDA EMERGENCIAL

Gloria Perez reprova novo modelo de gravações de novelas da Globo

Gloria Perez em evento de lançamento da série Dupla Identidade
Gloria Perez apontou falhas em novo método de trabalho da Globo (foto: Globo/Estevam Avelar)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Autora de novelas de sucesso da teledramaturgia da Globo, Gloria Perez não gostou do novo modelo de gravações da emissora por conta da crise sanitária. Neste ano, a líder de audiência passou a estrear folhetins inéditos somente após o fim das gravações. A primeira novela a contar com o novo expediente foi Nos Tempos do Imperador, que vem passando por críticas e baixa audiência na faixa das 18h. A próxima inédita das 21h, Um Lugar ao Sol, também terá o mesmo esquema.

Em transmissão numa rede social de fotos, Gloria apontou algumas falhas na nova metodologia da Globo. No entanto, a autora ressaltou que a solução encontrada pela direção da emissora foi uma atitude emergencial. “Eu acho que novela fechada não é mais novela. A característica básica é ser obra aberta, esse grande diálogo com o público. Eu acredito que isso foi por causa do vírus, mas não acredito que isso permaneça”.

“Você escrever 180 capítulos sem poder mudar nada, não dá pra voltar pra trás. É muito difícil“, afirmou a roteirista em live realizada com o jornalista Luis Erlanger. A última novela de Gloria Perez na Globo foi A Força do Querer, em 2017. A próxima novela da autora está prevista para ir ao ar em março de 2023, após Olho por Olho, de João Emanuel Carneiro, que por sua vez vai suceder Pantanal, de Bruno Luperi.

Leia mais