RIC.TV

Afiliada da Record muda de nome, mas se esquece de detalhe importante

Nova identidade visual da RIC, afiliada da Record
Afiliada da Record no Paraná passaria a se chamar RIC.tv (foto: Reprodução/TV Pop)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O público da RIC, afiliada da Record no Paraná, certamente notaram que a emissora está anunciando que passará por uma grande reformulação visual nos próximos dias. Por meio de comerciais nos intervalos da programação e de ações nas redes sociais, o canal tem mostrado uma linha do tempo de suas logomarcas e fazendo suspense para divulgação da sua nova identidade visual, que só será lançada na próxima segunda (6). Além disso, a empresa mudará o seu nome fantasia mais uma vez: agora, o braço televisivo do conglomerado se chamará RIC.tv — desse jeito mesmo.

A reportagem do TV Pop, que não faz questão de esconder segredos mal guardados, revela com exclusividade como será a nova identidade visual da RIC. Se você esperava por um visual inovador e transgressor, sinto em informar que o novo pacote gráfico da emissora paranaense não tem literalmente nada de mais. O canal levou seis meses para manter a fonte da atual logomarca, que é a mesma utilizada pela Record nacional, e apenas adicionou um “.tv” da mesma família tipográfica, facilmente localizada gratuitamente em mecanismos de busca da internet.

No entanto, a falta de criatividade passou longe de ser o maior problema da nova identidade da RIC. O novo nome da emissora virou motivo de piada entre os funcionários nos corredores do canal, já que a empresa passará a ser chamada por um domínio cibernético — e apresentadores e repórteres terão que pronunciar “RIC ponto tv”, exatamente como se estivessem anunciando um site. Os executivos da rede, no entanto, se esqueceram de um grande detalhe: o domínio em questão não foi adquirido pelo conglomerado midiático paranaense.

Até a publicação deste texto, o telespectador que tentar acessar ric.tv irá dar de cara com uma página de ofertas recomendadas pelo Google, além de um aviso que a página está sendo vendida por uma empresa americana, que fornece seus telefones de contato. A reportagem simulou ter interesse na compra do domínio e descobriu que ele está sendo comercializado pela bagatela de US$ 100 mil — na conversão para a cotação atual do real, a afiliada da Record precisará desembolsar R$ 569.602,00 se quiser correr contra o tempo para não passar vergonha na segunda-feira.

Curiosamente, o novo nome da emissora foi anunciado publicamente pela primeira vez em 28 de julho. “O time de DPCC [Diretoria de Programação, Conteúdo e Convergência] apresentou hoje para o Leonardo Petrelli [dono da emissora] o projeto de rebranding da marca RIC (televisão). E obtivemos aprovação. Em breve teremos o prazer de apresentar a versão 4.0 da nossa marca. Que voltará a ter TV no nome. A grafia será RIC.tv”, anunciou Marcus Yabe, principal executivo da emissora — resta saber se o domínio não foi comprado por incompetência ou esquecimento. 

Leia mais