LUTO NA DRAMATURGIA

Morre, aos 75 anos, a atriz Mila Moreira

Cena de Ti-Ti-Ti com a atriz Mila Moreira
Morreu aos 75 anos a atriz Mila Moreira, eterna Stela Sanches de Ti Ti Ti (foto: Reprodução/Globo)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A atriz Mila Moreira morreu na madrugada desta segunda-feira (6). Aos 75 anos, a também modelo estava internada no Hospital CopaStar, na zona sul do Rio de Janeiro, há alguns dias, e não teve a causa de sua morte divulgada pela instituição. Os seus últimos trabalhos foram em 2016, na novela A Lei do Amor e no documentário Arte na Moda. Ao longo de sua carreira, a artista participou de cerca de 30 novelas e minisséries, sendo que a maioria das produções foram veiculadas pela TV Globo.

O Hospital CopaStar lamenta a morte da paciente Mila Moreira na madrugada desta segunda-feira (06) e se solidariza com a família e amigos por essa irreparável perda. O hospital também informa que não tem autorização da família para divulgar mais detalhes.

Ela começou a sua trajetória profissional aos 14 anos, como modelo. No final dos anos 1970, a atriz foi convidada para trabalhar como produtora na Band e acabou tendo a sua primeira experiência no vídeo ao ser convocada às pressas para substituir uma jurada do quadro de calouros do programa de Chacrinha. Com isso, ela chamou a atenção do autor Casssiano Gabus Mendes, que a convidou para atuar em Marrom Glacé, novela transmitida pela TV Globo entre agosto de 1979 e fevereiro de 1980.

Desde então, Mila Moreira se tornou figurinha frequente nas obras do novelista, como Plumas e Paetês, Elas por Elas, Champagne, Ti Ti Ti, Que Rei Sou Eu?, Meu Bem, Meu Mal e O Mapa da Mina. A sua carreira também contou com participações relevantes em tramas de outros autores, como em Ciranda de Pedra, Sangue Bom, A Próxima Vítima e, mais recentemente, A Lei do Amor, em que interpretou Gioconda Moretto Ferrari, a Gigi. Além disso, ela também teve papéis marcantes em minisséries como Os Maias, Um Só Coração, Queridos Amigos e JK.

Ao longo de seus 72 anos, a artista teve quatro casamentos, três deles com pessoas midiáticas: o primeiro matrimônio de Mila foi com o ator Luis Gustavo, entre 1971 e 1973. No ano seguinte, ela trocou alianças com um engenheiro paulista, de quem se divorciou três anos depois. Entre 1983 e 1986, a atriz esteve casada com o designer Hans Donner e, entre 1999 e 2005, teve como companheiro João Carlos Balaguer, pai da modelo Joana Balaguer. Por opção própria, ela decidiu não ter filhos para poder se dedicar a sua vida profissional.

Leia mais