ESSA FERA AÍ, BICHO

Não é só o Faustão: Band quer ter lucro milionário com o futebol feminino

Foto do programa Faustão na Band
Sem Faustão aos sábados, Band quer turbinar faturamento com Brasileirão Feminino (foto: Reprodução/Band)

As transmissões da próxima temporada do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino pela Band ganharão um novo dia. Com o lançamento do Perrengue, os domingos da emissora acabaram ficando superlotados, e o canal decidiu transferir as partidas do torneio para os sábados, dia da semana em que a empresa não conta com o programa de Faustão. Sem o apresentador, a grade sofre para ter bons anunciantes, e a expectativa é de que a exibição dos jogos possa render um faturamento de até R$ 80 milhões para os cofres do conglomerado midiático.

De acordo com o material enviado pela Band ao mercado publicitário, a emissora colocou à venda quatro cotas de R$ 20,1 milhões cada uma, e caso venda todas, terá um recorde no faturamento da emissora com o futebol feminino, desde de que a categoria voltou para a programação em 2019. Internamente, não há perspectivas de mudanças que possam encarecer os custos do torneio, e a equipe responsável pelas transmissões deverá ser mantida neste ano.

Em um primeiro momento, a Band chegou a cogitar promover um revezamento do Perrengue com as partidas do Brasileirão Feminino. No entanto, os bons índices de audiência e de faturamento do programa humorístico acabaram fazendo com que a emissora recuasse e decidisse mover o torneio para os sábados, aonde ela tem dificuldades crônicas de ter boas performances em ambos os sentidos. 2022, por sinal, marcará o último ano de exclusividade da empresa nas transmissões do campeonato na TV aberta. Em 2023, o evento também será televisionado pela Globo.

Globo irá ampliar espaço do futebol feminino na programação

A Globo e a Confederação Brasileira de Futebol anunciaram um acordo para a transmissão das principais competições do futebol feminino, como o Brasileirão, Supercopa Feminina e amistosos da Seleção Brasileira para as próximas temporadas. O Brasileirão de futebol feminino será transmitido pelo SporTV até 2024, com a exibição ao vivo de até 40 jogos por temporada, começando já pela de 2022.

O canal por assinatura da líder de audiência exibirá a competição desde o início, com dois jogos exclusivos por rodada na fase classificatória e todas as partidas decisivas das semifinais e a grande final. Já a partir de 2023, a emissora aberta também exibirá a competição na fase decisiva. A produção dos jogos será de responsabilidade da CBF. O acordo prevê também os direitos exclusivos da Supercopa feminina pelas próximas três temporadas.

Leia mais