NA JOVEM PAN

Edílson fala de briga com Craque Neto: “Chamei ele de mentiroso”

Foto de Edílson Capetinha na Band
Edílson Capetinha falou sobre briga com Craque Neto (foto: Reprodução/Band)

Edílson Capetinha deixou a Band em outubro de 2021 e relembrou os bastidores da saída da emissora. Em entrevista para a Jovem Pan, o comunicador falou sobre a relação com Craque Neto, apresentador do programa Os Donos da Bola. “Respeito e sou grato ao Neto para caramba. Dois anos lá e eu aprendi para caramba”, começou ele.

“Hoje em dia, se eu estou na RedeTV!, foi porque eu aprendi lá. Mas, ele não podia falar aquilo, que foi problema de relacionamento. Fica um negócio muito aberto, as pessoas poderiam não querer me contratar por causa daquilo. O Neto é um cara que tem muita influência na mídia, quando ele fala que eu não me relaciono, todo mundo pode pensar o que quiser”, refletiu o ex-atleta.

Segundo ele, ao se defender ele quase chamou Neto de mentiroso. “Eu tive que me defender. Nessa que eu me defendi, ele não gostou, praticamente chamei ele de mentiroso e ninguém gosta de ser chamado disso. Hoje, já passou. A gente não se fala hoje, mas se nos encontrarmos e ele quiser se falar, a gente se fala”, relatou.

Edílson Capetinha relembrou uma entrevista do Craque Neto ao jornalista Thiago Asmar. Na ocasião, o apresentador da Band disse que o ex-comentarista havia criado um clima difícil e que teria tido problemas de relacionamento com os colegas. “O Edílson disse que eu sou de um jeito no programa e que fora eu sou outro. Não é verdade, eu sou a mesma coisa. Talvez você seja diferente, porque o ambiente que você fez nos Donos da Bola foi um ambiente difícil, onde você teve problema com o Fernandinho. O que você fez com o Fernandinho, Edílson, que é um dos maiores repórteres do mundo, foi um absurdo, ele é um gentleman. O que você fez com o Velloso, com o Canhão, foi muito feio”, pontuou o apresentador de Os Donos da Bola.

Leia mais