Silvye Alves, da Record Goiás, afirma ter sido agredida pelo ex-namorado

Silvye Alves é uma das principais apresentadoras da Record em Goiás (foto: Reprodução/Record)
Silvye Alves é uma das principais apresentadoras da Record em Goiás (foto: Reprodução/Record)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Conhecida por ser apresentadora do Cidade Alerta em Goiás, a jornalista Silvye Alves foi levada às pressas para o Instituto Médico Legal da cidade na madrugada desta segunda-feira (21). A âncora da Record diz que foi agredida na frente de seu filho de 11 anos por seu ex-namorado, o empresário Ricardo Hilgenstieler. Em conversa com a página Raio Imortal, conhecida pela cobertura dos fatos policiais da capital goiana, a jornalista afirmou que foi atacada pelo ex-companheiro com socos no rosto, chutes e tapas, que provocaram feridas graves na boca e lesões pelo corpo.

A Polícia Militar de Goiás foi até o apartamento da funcionária da Record, mas o empresário já havia saído quando a unidade policial chegou ao local, e não havia sido encontrado até a publicação deste texto. A apresentadora, por sua vez, foi até a Delegacia da Mulher para registrar uma ocorrência formal contra Ricardo Hilgenstieler, e logo depois foi levada para um hospital da capital goiana. [atualizado às 7h46: o ex-namorado da jornalista foi preso enquanto tentava comprar uma passagem aérea para fugir da cidade. Clique aqui para saber mais.]

Silvye Alves ficará afastada da Record por tempo indeterminado. Líder de audiência a frente do Cidade Alerta Goiás, ela apareceu na emissora pela última vez na tarde de sábado (19), dia em que apresentou a edição local do Balanço Geral, em substituição ao titular Oloares Ferreira. Nas redes sociais, a jornalista se manifestou rapidamente sobre o ocorrido, dizendo que a dor na alma é pior que a dor física e pediu orações para os seus fãs.

Não está sendo fácil… a dor física só não é pior que a dor na alma. A maior tristeza de tudo isso foi ver meu filho sofrer. Prometi nunca fazê-lo sofrer e hoje aconteceu o pior. Peço orações a vocês, cessem o ódio, por favor, isso não leva a lugar nenhum. Assim que conseguir, vou conversar com vocês. Se puder, nos coloque em suas orações.

Considerada um dos principais nomes da Record em Goiás, a jornalista apresenta a edição local do Cidade Alerta há quase seis anos. Ela foi alçada ao posto de âncora do jornalístico policial após fazer sucesso como repórter da versão nacional do programa, então comandada por Marcelo Rezende (1951-2017). Em 2018, ela chegou a comandar uma homenagem para o âncora em rede nacional, ao lado de outros repórteres revelados pelo comunicador.

Leia mais