Apresentador da Record chora ao vivo por ter vencido o SBT após três anos

Giuliano Marcos chorou ao descobrir os resultados da pesquisa do Ibope (foto: Reprodução/RIC Record)
Giuliano Marcos chorou ao descobrir os resultados da pesquisa do Ibope (foto: Reprodução/RIC Record)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Giuliano Marcos ficou em estado de choque enquanto apresentava o Balanço Geral de Londrina nesta quinta-feira (15). Durante o quadro A Hora da Venenosa, ele foi comunicado dos resultados oficiais da pesquisa do Ibope na cidade, que apontaram uma inédita vice-liderança para o programa da RIC Record. O jornalista teve uma crise de choro ao vivo e, emocionado, sequer conseguiu terminar a apresentação do telejornal. Durante os últimos dez minutos no ar, o jornalístico foi comandado apenas pela venenosa Carol Romanini, que foi a responsável por contar ao âncora que o programa da dupla ficou em segundo lugar pela primeira vez na história.

“A gente conseguiu. Não temos uma equipe gigante, mas temos uma equipe aguerrida. Vocês não tem ideia do quanto nós trabalhamos pra fazer esse programa… quem você vê na frente das câmeras, nos bastidores. A gente fez uma opção de informar as pessoas com credibilidade e responsabilidade, mas respeitando as pessoas. A gente brinca na hora que tem que brincar, a gente fala sério na hora que tem que falar sério”, disse o apresentador, entre lágrimas.

“Vocês não tem ideia de como é essa batalha, de como foi conseguir isso. Tipo assim, seria muito fácil conseguir isso apelando, mostrando coisas que não poderiam ser mostradas, mas a gente optou pela qualidade. Optamos por fazer um programa que leve pra sua casa a informação, que seja clean, que seja bonito, que seja gostoso de assistir. Que seja para todos os públicos. A gente não fica se vangloriando de nada. Estamos tentando fazer o nosso trabalho, tijolinho por tijolinho”, prosseguiu ele, que assumiu o comando do telejornal da Record em 5 de março de 2018. Antes de sua chegada, o Balanço Geral marcava média de 2 pontos na cidade.

“É um trabalho de verdade, de formiguinha, de construção, um trabalho que passa pelo respeito a você, telespectador. Foi um trabalho de reconstrução. De respeito aos anunciantes que estão com a gente. E nada disso seria possível sem a nossa família, sem Deus estar do nosso lado, sem a direção da RIC Record confiar no nosso trabalho, e sem você aí de casa. Muito obrigado, de coração. Muito obrigado a você que assiste ao Balanço. Só a gente sabe o que a gente ralou. Obrigado”, concluiu Giuliano Marcos, que abandonou o estúdio do programa logo depois.

Diferentemente do que acontece na Grande São Paulo, a pesquisa de audiência em Londrina não é feita em tempo real. Os dados são aferidos de maneira semestral, sem o uso de peoplemeters, por meio da metodologia “caderno”. Nela, o Ibope seleciona aleatoriamente domicílios da cidade e entrega um caderno para cada pessoa que mora na casa, e orienta os moradores a preencherem as tabelas conforme o que estão assistindo nas faixas horárias do dia ao decorrer de uma semana inteira.

Depois deste período, os cadernos são recolhidos e, depois da validação de que não houve interferência externa, as emissoras são avisadas de que a cidade foi pesquisada em determinado período para que enviem a programação daquela semana para que o instituto confeccione os índices dos programas, da mesma forma que já acontece em praças regulares. A única diferença é que ao invés do minuto a minuto, os dados são aferidos de 15 em 15 minutos.

De acordo com os dados consolidados da aferição feita entre 12 e 18 de julho, o Balanço Geral Londrina foi vice-líder pela primeira vez em sua história. O telejornal da RIC Record marcou média de 8,4 pontos e empurrou o até então imbatível Tribuna da Massa, da TV Cidade SBT, para o terceiro lugar com 8,1. A RPC, parceira da Globo na cidade, ficou na liderança com média de 17,5 pontos. A quarta colocação ficou para o 1,8 da TV Tarobá, afiliada da Band.

Leia mais