Após traição no Ilha Record, Sammy Lee se divorcia de Pyong Lee

Após traição no Ilha Record, Sammy Lee anunciou que irá se divorciar de Pyong Lee (foto: Reprodução)
Após traição no Ilha Record, Sammy Lee anunciou que irá se divorciar de Pyong Lee (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O Ilha Record ainda nem estreou, mas já foi o responsável por dar um ponto final em um relacionamento. Após a emissora ter divulgado uma chamada do reality show em que Pyong Lee aparecia no edredom ao lado de Antonela Avellaneda, a influenciadora Sammy Lee anunciou que decidiu pedir o divórcio do pai de seu filho. Ela anunciou aos seus fãs na madrugada desta terça-feira (20) que cansou de mentir para si mesma, e pediu para que Jesus lhe dê forças para seguir em frente. “Vocês sabem o quanto eu tentei, o quanto errei em mentir para mim, para salvar esse casamento. Jesus, o que eu faço? Entrego minha vida em tuas mãos, Deus”, afirmou ela.

“Por favor, não deixa meu filho sentir a minha dor! Filho, escrever isso com você no colo é doloroso demais… Sim, meu casamento chegou ao fim. Me faltam forças para digitar mais alguma coisa”, concluiu ela, que escolheu imagens da suposta traição de Pyong no reality show da Record para ilustrar o comunicado.

Há alguns dias, Sammy Lee havia saído em defesa do agora ex-marido. Para ela, o mágico e ilusionista tinha vencido “as tentações do diabo” no período em que ficou confinado na Ilha Record. Em uma série de vídeos publicados em uma rede social, ela chegou a pedir que seus seguidores não atacassem Antonela Avellaneda.

“Vou pedir pra vocês não irem atacar a mocinha, coitada. Ela tá se fazendo de sonsa porque ela nunca se deparou com uma situação dessas, ela nunca imaginou que aconteceria isso de ser uma vagabunda (risos)”, disse. Alguns minutos depois, ela acabou apagando o conteúdo.

Logo depois, a argentina também usou as redes sociais e disse que iria processar a ex-mulher de Pyong pelas ofensas. “Querida ninfeta inconsequente, primeiro: não sou mocinha. Sou uma mulher adulta, correta e de atitudes muito maduras e jamais faria o que você está insinuando. Também sou madura o suficiente para não ter que me arrepender daquilo que faço, razão pela qual não posto coisas para depois ter que apagar”, afirmou ela. “Chamar uma pessoa pelo qualificativo que você usou dá processo e é exatamente o que acho que vou fazer para ensinar você a respeitar as pessoas. Me aguarde”, finalizou.

Leia mais