Na Record, mulher se revolta com preço da gasolina e culpa Bolsonaro

Mulher se revolta com preço da gasolina e pede impeachment de Bolsonaro na Record (foto: Record/Reprodução)
Mulher se revolta com preço da gasolina e pede impeachment de Bolsonaro na Record (foto: Record/Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A Record foi pega de surpresa durante uma entrevista ao vivo no jornal Rio Grande Record, no Rio Grande do Sul. Uma mulher abordada pela repórter da emissora reclamou do alto preço da gasolina, culpou Jair Bolsonaro (sem partido) e pediu o impeachment do presidente do Brasil. No Estado, o litro do combustível ultrapassou os R$ 7,00.

Exibida na noite da última terça-feira (24), a reportagem falava sobre o aumento do preço da gasolina na cidade de Bagé (RS). “O que você está achando do preço da gasolina?”, perguntou a repórter da emissora. “Está cara, graças ao Bolsonaro”, respondeu ela. “E o que faz nesse momento? Enche o tanque igual?”, questionou a jornalista. “Faz o impeachment do Bolsonaro”, disparou a entrevistada.

Sem graça, a repórter agradeceu a participação da mulher e, na sequência, sugeriu que a solução fosse pedalar. “Acho que é andar de bicicleta, não tem outro jeito”, disse ela, devolvendo para a apresentadora, Simone Santos, que estava no estúdio.

Nas redes sociais, o público falou sobre o momento constrangedor para a Record, que tem fama de bolsonarista. “Ela lançou um pedido de impeachment na Record. Eu te amo, moça”, escreveu um perfil ao compartilhar o vídeo. “A Dilma sofreu impeachment por pedaladas. A Record, ao ouvir Impeachment do Bolsonaro, sugere pedalar”, disse outro telespectador.

Leia mais