THE MASKED SINGER

Sandra de Sá chora ao vivo na Globo ao falar de música: “Eu sou f…”

Sandra de Sá chorou no Encontro ao falar de apresentação no The Masked Singer (foto: Globo/Reprodução)
Sandra de Sá chorou no Encontro ao falar de apresentação no The Masked Singer (foto: Globo/Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Sexta eliminada do The Masked Singer Brasil, Sandra de Sá se emocionou durante participação no Encontro desta quarta-feira (22) ao comentar sobre sua apresentação interpretando a música Eu Quero é Botar meu Bloco na Rua, de Sérgio Sampaio. A canção trouxe lembranças de sua adolescência vivida durante a ditadura militar. “Ontem me fizeram até uma pergunta dizendo: ‘Mulher, negra, gorda’. Mas eu to aqui! Porque além disso tudo que eu sou eu também sou F… Fantástica!”, afirmou de Sá.

A cantora de 66 anos, que se apresentou fantasiada de girassol, foi derrotada pela arara na disputa final do reality musical. Ao comentar sobre a escolha da música de Sérgio Sampaio (1947-1994), ela não conteve o choro. “Vem coisas na memória de você não poder se expressar, não poder falar, você estar na escola e chega um aluno novo e você ficar desconfiado. Fora pessoas, amigos de conhecidos, que você perguntava ‘cadê a pessoa’ e te respondiam: ‘Sumiu’. Simplesmente”, relatou a artista.

“Não é tristeza, é a emoção de poder estar aqui agora e dizendo eu vou botar meu bloco na rua, sim! Meu bloco já está na rua há muito tempo. Meu bloco não vai mais sair da rua”, disse Sandra de Sá durante participação no programa Encontro. Ela contou também que escolheu a maior parte das músicas que iria apresentar no programa de Ivete Sangalo e que Bloco na Rua era a mais importante. “Toda hora eu só repetia uma coisa: ‘Eu não quero sair antes de cantar Bloco na Rua.”

Leia mais