BASTIDORES DO SBT

Reunião da equipe do Programa do Ratinho terminou com choro e ameaça

Reunião da equipe do Programa do Ratinho terminou em barraco generalizado (foto: Divulgação/SBT)
Reunião da equipe do Programa do Ratinho terminou em barraco generalizado (foto: Divulgação/SBT)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O clima nos bastidores do Programa do Ratinho está indo de mal a pior. Diante da hipótese cada vez mais provável de que a atração deixe a programação diária do SBT a partir do próximo ano, Carlos Massa tem cobrado resultados de sua equipe e exigindo mais dedicação dos colaboradores para que o formato consiga reagir na audiência, mesmo que continue em terceiro lugar diante dos confrontos com A Fazenda 13, da Record. As exigências do apresentador estão tirando o sono da equipe do empresário, e uma reunião entre produtores e diretoria do programa na semana passada terminou em choro, ameaças e em queixas ao departamento de Recursos Humanos da emissora.

O barraco, divulgado em primeira mão pelo colunista Flávio Ricco, foi confirmado pelo TV Pop com fontes na rede de Silvio Santos. A reportagem apurou que a gota d’água para que a reunião desandasse foi a confirmação de que a possibilidade do Programa do Ratinho deixar de ser exibido de segunda a sexta-feira está deixando ser apenas uma hipótese. Cézar Scarpato, que assumiu a direção do formato em janeiro, exigiu que a equipe arranjasse métodos de aumentar a audiência da atração, e ameaçou demitir os profissionais que não se esforçassem completamente.

A situação, que já não era das melhores, desandou depois disso. A reunião virou uma espécie de puxadinho do Casos de Família, com choro, batidas na mesa e gritaria. Alguns profissionais, que se sentiram ameaçados e assediados pelo executivo, decidiram procurar o departamento de Recursos Humanos e exigiram providências de Fernando Pelegio, maior autoridade do departamento artístico do SBT na atualidade. Ele teve que intervir na situação e decidiu cobrar pessoalmente explicações de todos os envolvidos na confusão, na tentativa de apaziguar os ânimos exaltados.

Internamente, passa longe de ser um segredo que a direção da emissora de Silvio Santos está infeliz com os índices ruins de audiência do Programa do Ratinho. A atração, outrora vice-líder isolada, perdeu boa parte do público nos últimos meses e se encaminha para fechar o ano de 2021 na terceira colocação, com a sua pior performance em uma década. Há alguns meses, por exemplo, o apresentador teve um dos piores ibopes de sua carreira.

O programa só escapou de intervenções mais profundas até agora por conta de seu faturamento e da boa relação de Carlos Massa com os anunciantes da emissora. Além disso, o canal ainda não tem uma ideia definitiva do que pode preencher o espaço da atração se, de fato, ela for modificada e passe a ser transmitida semanalmente em 2022. Em algumas das possibilidades debatidas pelos executivos de Silvio Santos, está a hipótese de um novo horário para a exibição de novelas mexicanas e a antecipação da linha de shows, que passaria a contar com novos formatos.

Leia mais