“NÃO ESTOU SABENDO LIDAR”

Carla Diaz festeja sucesso de filmes no Amazon Prime e revela bastidores

Carla Diaz virou sucesso em plataforma de streaming (foto: Reprodução)
Carla Diaz virou sucesso em plataforma de streaming (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Carla Diaz comemorou o sucesso e repercussão dos filmes A Menina Que Matou os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais, em que é protagonista e vive Suzane Von Richtofen, condenada em 2006 pelo assassinato de seus pais, Mandred e Marísia von Richthofen, ao lado de seu namorado, Daniel Cravinhos e o irmão, Cristian.

Em seu perfil nas redes sociais, a artista celebrou o sucesso instantâneo dos longas-metragens. “Como assim, em menos de 24hs e já estamos no TOP10? Não estou sabendo lidar!”, escreveu a atriz.

“Além de ter passado a semana inteira nos assuntos do momento, por conta dos meus fãs (que são incríveis), estamos nos trends com os filmes desde a hora que foi lançado! Estou tentando dar uma olhada, mas são muitas mensagens e as notificações no celular não param! Agradeço o carinho de todos! Estou realizada!”, comemorou. Para ver a estreia dos dois filmes, ela contou com a presença de Camilla de Lucas, Pocah, Juliette Freire e João Pedrosa.

Disponível na plataforma de streaming Amazon Prime Video os filmes contam histórias opostas, exatamente como os depoimentos de Suzane e Daniel. Na versão da jovem, ela é uma garota ingênua e pura, uma vítima que sucumbiu ao plano maligno da família Cravinhos que estavam de olho no dinheiro e na casa dela. Na versão dele, Suzane é uma menina mimada que odeia a família e manipulou Daniel Cravinhos e seu irmão Christian para ajudá-la a se livrar da mãe repressora e do pai agressivo e assediador.

“A verdade é algo que nunca saberemos, porque não estávamos lá. Talvez a resposta esteja na mistura das duas versões. Foi um dos crimes mais estarrecedores do Brasil. Eu nunca tinha vivenciado algo assim, então foi muito desafiador. Ainda mais atuando duas vezes, com duas visões diferentes”, declarou Carla Diaz.

Leia mais