Baixa audiência de telejornais faz Record demitir diretor do departamento

Record demitiu Marco Nascimento por baixo rendimento de telejornais locais do Rio de Janeiro (foto: Divulgação/Record)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O baixo desempenho dos telejornais locais da Record no Rio de Janeiro fez sua primeira vítima. Marco Nascimento, até então diretor de Jornalismo, foi demitido pela emissora no final da semana passada e não chegou a completar dois anos no cargo. Internamente, comenta-se que o executivo foi responsabilizado pela queda generalizada do desempenho dos noticiosos regionais: todos eles, com exceção do Balanço Geral da hora do almoço, passaram a ter dificuldades para ocupar a vice-liderança em suas faixas horárias.

Nos próximos dias, a vaga na capital fluminense será ocupada por Luiz Piratininga. O jornalista já era responsável pelo setor em Porto Alegre e, antes disso, também atuou na função no interior de São Paulo. Ele trabalha na Record desde 2014 e tem um perfil mais jovem do que o seu antecessor — a repórter Paloma Poeta, sua noiva, também irá se mudar para o Rio de Janeiro e continuará atuando na emissora.

O principal fracasso da gestão de Marco Nascimento foi a promoção de Wagner Montes Filho para a ancoragem do Balanço Geral Manhã, em junho do ano passado. Sem preparo para a função, o jornalista acabou afugentando o público do telejornal, que virou freguês do SBT, que sequer tem produção local na faixa matinal. O desempenho ruim do noticioso também prejudicou o Fala Brasil e o Hoje em Dia, o que causou incômodo na diretoria de São Paulo.

Nos bastidores, a saída do filho de Wagner Montes (1954-2019) do comando do noticioso é dada como certa. Apesar de esforçado, o pupilo do eterno jurado do Show de Calouros deverá ser substituído por um nome mais experiente, e provavelmente trazido de outra emissora, já que a Record do Rio de Janeiro tem escassez de apresentadores homens.

Em Porto Alegre, Luiz Piratininga será substituído por Rogério Centrone. Ele atuava na Record Paulista, que extinguiu o seu principal telejornal na semana passada para tentar conter uma grave crise financeira. Ainda não há uma definição de quem o substituirá no interior de São Paulo definitivamente: por enquanto, o posto será ocupado por Talita Zaparoli.

Leia mais