SOLTOU O VERBO

Craque Neto detona Conmebol e pede boicote de clubes brasileiros

Foto do apresentador craque Neto
Craque Neto quer que clubes brasileiros boicotem a Libertadores da América (foto: Reprodução/Band)

Sempre polêmico, Craque Neto decidiu falar o que pensa sobre a Conmebol durante Os Donos da Bola, da Band. Segundo o apresentador, a Confederação Sul-Americana de Futebol é racista, e decidiu sugerir que os clubes brasileiros boicotem a Libertadores da América. O motivo da indignação foi motivada após a diretoria do Corinthians revelar que decidiu protocolar uma reclamação formal à entidade sobre um caso de racismo flagrado nas arquibancadas do estádio La Bombonera.

“A Conmebol é uma instituição racista. E vocês, desse país, Flamengo, Vasco, Palmeiras, São Paulo, Santos, vocês não têm vergonha na cara? Será que vocês não entendem que têm que parar com a Libertadores? Para com a Libertadores! Quero ver se a Globo vai fazer — 2023 a 2026, que pagou uma ‘bala’ violenta para tirar do SBT. Vocês, jogadores, não têm vergonha? Quando eu jogava, não era isso que está acontecendo”, disparou o ex-jogador.

Neto ainda criticou as diretorias dos clubes por não agir de forma mais coerente contra esses casos: “Será que vocês, presidentes de clubes vão ficar mandando memorando? Isso é coisa de vagabundo. Isso é coisa de sem vergonha. Quando um brasileiro é preconceituoso, os caras arrebentam com a gente. E toda vez é argentino. ‘Ah, mas não vamos falar da Argentina porque tem muito argentino que trabalha aqui’. Não estou nem aí. O que se faz para o São Paulo, Palmeiras, Santos, Corinthians, vocês estão de sacanagem. Tem que parar a Libertadores, não tem que ter jogo”.

O ex-jogador do Corinthians ainda afirmou que a Libertadores não tem a mesma importância que o Campeonato Brasileiro ou a Copa do Brasil, por ter uma premiação inferior. “Quero ver. Se tirar os times brasileiros: Flamengo, Palmeiras, Corinthians, Inter, Grêmio, não tem Libertadores. Por sinal, o Brasileiro é muito mais importante que a Libertadores, a Copa do Brasil dá mais dinheiro. É que a Libertadores ficou uma Champions League tupiniquim”, afirmou.

Leia mais