Com ciúmes, Patricia Abravanel expulsou Lívia Raick do Vem Pra Cá; SBT nega

Patricia Abravanel expulsou Lívia Raick da equipe do Vem Pra Cá (foto: Reprodução/SBT)
Patricia Abravanel expulsou Lívia Raick da equipe do Vem Pra Cá (foto: Reprodução/SBT)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A saída de Lívia Raick do time de colunistas do Vem Pra Cá não foi nada amistosa. A jornalista foi tirada da equipe do matinal por uma ordem direta de Patricia Abravanel, que se incomodou com o crescimento da colega. A filha de Silvio Santos é assumidamente obcecada por audiência e não gostou nada de ver que os melhores índices da revista eletrônica são obtidos em sua primeira meia hora, justamente quando ela não fala praticamente nada, e era engolida pela âncora do bloco de notícias da atração. A emissora nega. Por meio de sua assessoria de imprensa, o SBT diz que Patricia não teve envolvimento na movimentação e que foi uma decisão artística, com o departamento de Jornalismo passando a colaborar com o projeto apenas em coberturas especiais.

TV Pop apurou que a gota d’água para que Patricia Abravanel expulsasse a jornalista foi a repercussão de sua fala sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo na edição de terça-feira (1) do matinal. Em uma rede social, Lívia se manifestou contra as declarações da apresentadora do programa e apoiou o ator Tiago Abravanel, que publicou um vídeo desabafando sobre o ocorrido e fazendo duras acusações contra a filha de Silvio Santos. Na quarta-feira (2), os bastidores ficaram insustentáveis, e, durante a tarde, a jornalista foi avisada que não faria mais parte do projeto.

Além destes fatores, Patricia também já havia demonstrado incomodo com a jornalista. Com ciúmes, ela procurou o pai e se queixou da equipe do Vem Pra Cá, dizendo ser obrigada a fazer pautas irrelevantes e bizarras, enquanto os conteúdos realmente relevantes eram dados apenas para Lívia Raick, que foi a responsável pelos maiores furos de reportagem da história do matinal. A repórter atuou nas entrevistas com Deolane Bezerra e Leniel Borel, que tiveram repercussão até mesmo em outras emissoras.

A corda, como sempre, estourou para o lado mais fraco. Empolgada com o projeto, que tratava como a realização de um sonho profissional, Lívia Raick foi tirada da revista eletrônica e voltou a trabalhar exclusivamente nos telejornais do SBT. O bloco de notícias do Vem Pra Cá foi entregue para Marcela Munhoz, que atuava como repórter do matinal. “Foi assim, de repente. Sem nunca ter feito um piloto na apresentação. Eu só aceitei e fui”, admitiu a jornalista, que acidentalmente desmentiu a versão de que se tratava de um movimento planejado.

O clima é de revolta entre os funcionários que trabalham no Vem Pra Cá. Depois do episódio da corrente de orações, Patricia Abravanel voltou a dar um recado bem claro para sua equipe: ela é a autoridade máxima do programa, e não aceitará ser contrariada. Depois da saída de Lívia, vários outros profissionais que também compartilharam o vídeo de Tiago Abravanel correram para apagar a publicação de suas redes sociais. Diferentemente da jornalista, que tinha para onde ir, eles temem ser demitidos se forem pegos pela filha de Silvio Santos.

Leia mais