Silvio Santos libera documentário controverso sobre ele mesmo no SBT

Silvio Santos liberou exibição de documentário proibido no SBT (foto: Divulgação/SBT)
Silvio Santos liberou exibição de documentário proibido no SBT (foto: Divulgação/SBT)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Em mais uma de suas decisões inexplicáveis e controversas, Silvio Santos decidiu que vai autorizar a exibição de um controverso documentário sobre ele mesmo na programação do SBT. Feito há seis anos sem o seu conhecimento, a produção estava engavetada justamente por ele ter vetado homenagens, independentemente do teor, para ele em qualquer tipo de atração da emissora. O especial, dirigido por Leonor Corrêa, conta com depoimentos de diversas celebridades, como Faustão, Rodrigo Faro, Xuxa Meneghel e até mesmo Gugu Liberato, morto há quase dois anos.

A decisão, como sempre, deixou os diretores da emissora de cabelo em pé. As primeiras chamadas da produção, ainda em tom de mistério, foram veiculadas sem aviso prévio durante o intervalo comercial do Programa do Ratinho desta segunda-feira (14). “Leonor Corrêa fez um programa homenageando o animador Silvio Santos. Helen Ganzarolli, Lívia Andrade e Carlinhos Aguiar estarão presentes. Aguardem”, anunciou o narrador da rede.

TV Pop apurou que, como sempre, o texto da chamada foi ditado pelo dono do Baú na sua mais recente ligação para os executivos da casa. Além da promoção do documentário até então banido da programação, os intervalos comerciais dos programas do SBT também estão repletos de outras criações do fundador da rede, como leituras de passagens bíblicas e reflexões sobre política e economia.

Nos bastidores da emissora, o clima é de perplexidade. Muitos acreditam que a tal produção feita pela irmã de Fausto Silva só iria ao ar após a morte do empresário, já que ele vetava categoricamente quaisquer homenagens planejadas pelos programas da emissora. “Ele nos explicou que, como acionista da emissora, não quer a exibição pelo mesmo motivo que não quis quando tinha 85 anos: nada de autopromoção”, afirmou o SBT em nota enviada para a revista Quem no final de 2020.

Nas redes sociais, os internautas também estranharam a súbita mudança de opinião do comunicador. “Muito estranho ele liberar isso do nada, depois de tanto tempo engavetado”, comentou  o perfil Rola ou Enrola. “Esse especial deveria ter ido ao ar em 12 dezembro de 2015, mas não ocorreu. Talvez, desta vez, eles exibam. Tomara!”, clamou Laércio Botega, apresentador da afiliada da rede em Santa Catarina.

Leia mais