Matheus diz que evoluiu após transar cinco vezes em Brincando com Fogo

Matheus Sampaio fez colegas do Brincando com Fogo perderem R$ 200 mil (foto: Reprodução)
Matheus Sampaio fez colegas do Brincando com Fogo perderem R$ 200 mil (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Matheus Sampaio, participante do Brincando com Fogo Brasil, fez um longo desabafo nas redes sociais sobre como foi o seu processo de evolução dentro do reality show da Netflix. O influenciador revelou que foi muito doloroso se assistir e perceber detalhes de sua personalidade que ele não percebia. Ele se envolveu dentro da casa com Brenda Paixão, com quem transou cinco vezes em apenas uma noite, fazendo todos os participantes perderem R$ 200 mil.

“Eu queria muito falar sobre o que eu assisti e é muito doloroso você ver o seu processo. Eu sei muito bem o que eu vivi lá dentro, eu sei muito bem o quanto eu me entreguei, o quanto eu quis mudar e o que eu fiz para mudar. É uma pena não ter mostrado algumas coisas, mas eu acho que ficou bem entendido que eu estava disposta a melhorar, eu estava disposto a mudar e a destruir, realmente, coisas que eu não percebia que eu tinha dentro da minha personalidade”, começou.

O empresário contou que buscou alternativas para se sentir melhor no confinamento. “Quando eu me assisti, eu já estava muito cansado emocionalmente. O meu processo de desconstrução foi muito doloroso, muito difícil pra mim e eu tive que buscar alternativas para me sentir melhor. Foi nesse momento que eu passei a ficar mais calado”, revelou.

Matheus Sampaio afirmou ter conversado com outros participantes que ele teve atrito no programa, mas que não passou no reality. “Eu observei as pessoas, procurei o Caio [Giovani] para conversar. Procurei a Marina [Streit] para conversar e tive uma conversa incrível com ela, pena que não foi para o ar. Tive uma conversa incrível com a Thuany [Raquel] que eu pedi desculpas”, contou.

“Eu estava muito desgastado emocionalmente, ver agora o reality e sabendo que eu estou em outro patamar, é muito doloroso. É muito difícil aceitar que você é uma coisa que não enxerga. O programa, antes de nós pensarmos em relacionamento, é pra pensar em si. A gente tem que evoluir primeiro e depois se dedicar da melhor forma possível para as pessoas que queremos nos relacionar”, concluiu o ex-participante de Brincando com Fogo.

Leia mais