Whindersson revela que levou briga com Carlinhos Maia para o psiquiatra

Carlinhos Maia e Whindersson falaram abertamente sobre brigas do passado (foto: Reprodução)
Carlinhos Maia e Whindersson falaram abertamente sobre brigas do passado (foto: Reprodução)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Whindersson Nunes lançou em seu canal no YouTube o + um podcast e convidou Carlinhos Maia para participar do segundo episódio. Os influenciadores relembraram a briga em que protagonizaram em 2019. “Quando a gente se conheceu, eu estava em um momento de expansão de trabalho, tipo assim: ‘Eu sou o Bill Gates da internet’. Uma ilusão. Muitas pessoas não sabem, mas logo após o casamento, comecei a passar por uma crise do pânico horrível”, disse Carlinhos Maia.

“Eu nem sabia mais quem eu era. Estava muito soberbo e sem sentimentos. Quando a gente está infeliz a gente só dá para as pessoas o que a gente tem por dentro”, explicou o marido de Lucas Guimarães. “Eu questionei você porque você queria competir comigo e afirmei que se você tentasse, você iria perder. Muitas pessoas já tentaram me sabotar. A fama faz uma coisa diferente com a gente e eu tentava te mostrar que você era igual a todo mundo. Eu tentava abrir seus olhos que a sua individualidade era especial”, afirmou Nunes.

Carlinhos Maia relatou que não sentia raiva do youtuber. “Todos os problemas estavam em mim. Você só me fez bem. Como é bom reconhecer o erro, como é bom pedir desculpas… Você só me deu bons conselhos. Eu não tinha raiva de você. O problema não era você, era todo o entorno. Eu não queria fazer show mais, meu casamento”, declarou.

Whindersson Nunes pontuou que não guardava rancor de Maia. “Nunca teve treta com Carlinhos. Sempre apoiei você. Tanto na série [Os Roni] quanto na vida a gente era irmão, mas eu ficava ouvindo o que você falava de mim… Você tinha soberbinha e falava de mim. Eu ficava dizendo para mim: ‘Ah esse cara é novo’. Várias vezes sentei e falei: ‘Por que isso? Não sou seu inimigo ou competidor’. Foi aí que eu fiquei triste porque a gente já tinha conversado várias coisas”, relembrou.

Carlinhos disse que foi punido por suas ações. “As pessoas entenderam o que estava acontecendo e fui castigado da maneira que deveria ser. Na coisa que tanto me importava naquele momento, meu trabalho e popularidade. Baixou a minha bola 70%”, afirmou.

Diagnosticado com depressão, Whindersson Nunes afirmou que a doença não foi causada pelo humorista, mas que a briga teve um grande impacto. “Foi um momento que começou a me fazer mal. Quando converso com as pessoas faço questão de explicar que não foi Carlinhos Maia que me botou em depressão. Minha vida tem muita coisa… Tive que tomar uma atitude de não quero mais falar desse cara e parar de ver as coisas dele. Depois que aconteceu tudo aquilo, comecei a ver as pessoas de outra forma. Eu falei muito de você para o meu psiquiatra”, relatou.

Leia mais