BATALHA DOS STREAMINGS

Globo lança Globoplay no Canadá e Europa para concorrer com a Netflix

Globoplay se prepara para ampliar presença no mercado internacional (foto: Divulgação/TV Globo)
Globoplay se prepara para ampliar presença no mercado internacional (foto: Divulgação/TV Globo)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A Globo se prepara para dar mais um passo ousado em sua estratégia de expansão internacional. A partir do dia 14 de outubro, a plataforma de streaming da emissora estará disponível para assinaturas no Canadá e em mais de 20 países europeus, como Alemanha, Espanha, França, Itália, Portugal e Reino Unido. Para essas regiões, o Globoplay contará com um extenso catálogo de conteúdos sob demanda, como novelas atuais e históricas do portfólio da TV Globo e filmes brasileiros, além de transmissão ao vivo dos principais canais do conglomerado, como a versão aberta da Globo, Multishow, GloboNews, GNT e Premiere Futebol Clube.

A nova expansão do Globoplay faz parte da estratégia de consolidação da plataforma de streaming, que planeja se firmar internacionalmente como uma alternativa viável aos conteúdos oferecidos pela Netflix e pela Amazon, que lideram o mercado na maioria dos territórios. No Brasil, o serviço está disponível desde 2015. O primeiro país a contar com uma versão internacional do serviço foram os EUA, em que a grife chegou há pouco mais de um ano.

Raphael Corrêa Neto, diretor de Negócios Internacionais da Globo, festejou os novos mercados da plataforma e pontuou que o serviço está “mais experiente” do que outrora. “Estamos muito felizes por expandir as fronteiras do Globoplay para novos territórios. Agora, mais experientes, damos um novo passo com o negócio na Europa e no Canadá. O streaming da Globo oferece um universo de possibilidades para os assinantes através de filmes, novelas, séries originais e de tantos outros produtos incríveis presentes na plataforma”, afirmou o executivo.

“A chegada do Globoplay na Europa e no Canadá é mais um passo na nossa estratégia de relacionamento direto com o consumidor. Nosso foco, ao expandir o Globoplay para outros países, como já fizemos nos Estados Unidos, é atender a audiência que quer manter vínculo com as histórias que contamos através dos conteúdos da Globo. Queremos estar sempre perto do nosso público, para que ele possa consumir nosso conteúdo onde, quando e como ele quiser”, concluiu a diretora Ana Carolina Lima, Head de Conteúdo do Globoplay.

Leia mais