EM PRIMEIRA MÃO

Globo muda de ideia e promove César Menezes para o Jornal Nacional

César Menezes em reportagem para o SP1
César Menezes foi promovido e terá quadro no Jornal Nacional (foto: Reprodução/TV Globo)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Mudança de planos na Globo. Contrariando a tendência de promover apenas nomes mais jovens, a emissora decidiu escalar um veterano para assumir a vaga deixada por Alan Severiano na equipe do Jornal Nacional. Com a migração do jornalista para o comando do SP1, válida já a partir de segunda-feira (18), o repórter César Menezes foi escolhido para assumir o bloco de notícias da crise sanitária no telejornal mais importante do país. A sua escolha surpreendeu os funcionários da Redação de São Paulo, que passaram as últimas semanas gravando pilotos com Michelle Barros e Fábio Turci — ela era a mais cotada para o posto, e chegou a ser informalmente avisada de que herdaria o espaço.

Michelle, no entanto, decepcionou os executivos nos testes que fez para assumir a vaga. O TV Pop apurou que o seu desempenho durante os pilotos foi vistos pelos diretores de Jornalismo como ruim e absolutamente diferente do que ela demonstra quando apresenta os telejornais de São Paulo. Neles, ela se destaca justamente pela sua desenvoltura e capacidade de improviso. Durante o “laboratório” para a vaga no Jornal Nacional, Michelle estava travada e apática — é o que garantem fontes da reportagem envolvidas no processo de seleção.

Inicialmente, a mudança no telejornal mais visto do Brasil aconteceria apenas no final de novembro. A Globo mudou de ideias e antecipou a dança das cadeiras para o fim deste mês por uma demanda de César Tralli, que pediu para ter alguns dias de férias com a sua família. O desejo do novo âncora do Jornal Hoje foi atendido e ele se despediu, entre lágrimas, do telejornal de São Paulo nesta sexta-feira (15). Quando voltar a dar expediente na emissora, o marido de Ticiane Pinheiro já ocupará definitivamente o espaço hoje preenchido por Maju Coutinho.

Aos recém-completados 55 anos, César Menezes é um dos repórteres mais experientes da editoria São Paulo. Ele é funcionário da emissora desde 1997 e começou sua trajetória como editor de imagens da TV Integração, afiliada da rede no interior de Minas Gerais. Dois anos depois, foi transferido para a EPTV, no interior de São Paulo, e passou pela TV Vanguarda, também no interior paulista, em 2001. Em 2003, foi remanejado para a TV Verdes Mares e se tornou o principal repórter da afiliada cearense, atuando na produção de conteúdos para os telejornais nacionais.

O jornalista trabalha na Globo São Paulo desde 2006 e é conhecido dos telespectadores pela sua atuação em grandes coberturas, como na série de ataques criminosos e rebeliões de presidiários (2006), visita do papa Bento XVI (2007), acidente com o voo da Latam (2007), o incêndio na boate Kiss (2013) e na morte de Eduardo Campos (2014). Ele é visto pelos colegas como um profissional versátil, capaz de atuar nas mais diversas áreas, e dedicado.

Leia mais