FIM DA LINHA

RedeTV! desiste do Encrenca e acaba com programa depois de oito anos

Victor Sarro e Júlio Cocielo apresentavam o Encrenca
Victor Sarro e Júlio Cocielo faziam parte do elenco final do Encrenca (foto: Divulgação/RedeTV!)

A RedeTV! decidiu encerrar a trajetória do Encrenca. O humorístico, que completaria oito anos no ar em junho, perdeu fôlego com a saída de seus apresentadores originais e passou a conviver com índices de audiência cada vez mais vexatórios, acumulando empates com canais menos expressivos, como a Gazeta e a TV Brasil. Inicialmente, o formato permanecerá no ar até o final de fevereiro, dando tempo para que os executivos da emissora estudem um novo formato de humor para preencher a lacuna que será deixada nas noites de domingo.

A reportagem do TV Pop apurou que os baixos índices de Ibope foram o fator determinante para o cancelamento da atração, mas não o único. O programa perdeu todos os seus anunciantes desde a transferência de Tatola Godas, Ângelo Campos, Ricardinho Mendonça e Dennys Motta para a Band, no final de setembro do ano passado, e a emissora não conseguiu encontrar novas marcas interessadas em patrocinar o formato. Nas últimas semanas, ele vinha tendo apenas anúncios comercializados em lote, por faixas horárias, e ações testemunhais do RedeTV! Plus.

O Encrenca já não tinha edições inéditas produzidas desde o final de 2021. Todas os programas levados ao ar neste ano consistiam em um compilado dos melhores momentos dos poucos dias que a atração contou com o comando de Caio Pericinoto, Victor Sarro, Fernanda Keulla, Vinícius Vieira e Júlio Cocielo — o quinteto comandou apenas 13 edições do dominical. A dificuldade em conseguir conteúdos para reapresentar tem feito com que os programas sejam reexibidos com uma janela quase nula: em 2 de janeiro, por exemplo, o canal reprisou a edição de 5 de dezembro.

A trajetória do Encrenca começou na noite de 29 de junho de 2014. Até então com uma pegada próxima ao Pânico, programa de maior sucesso da história da RedeTV!, a atração sofreu para conseguir se impor na disputa pela preferência dos telespectadores e só ganhou relevância ao ser reformulada. Os quadros escrachados cederam espaço para vídeos da internet, comentados e ironizados pelo quarteto — que apresenta o Perrengue na Band desde o início de novembro de 2021.

Acreditando que os bons índices da atração eram por conta dos vídeos, e não pelo carisma dos então demissionários, os executivos da RedeTV! apostaram na manutenção do programa com novos apresentadores e nova direção. Caio Pericinoto, Victor Sarro, Fernanda Keulla, Vinícius Vieira e Júlio Cocielo passaram a ser comandados por João Kleber, que permaneceu na direção do formato por apenas nove semanas. Ele foi substituído por Júlio Piconi, ex-MTV Brasil, que deverá permanecer como diretor-geral do novo programa dominical da emissora.

A emissora, por sua vez, nega que a atração chegará ao fim. No entanto, a informação noticiada em primeira mão pelo TV Pop também foi confirmada pelo jornalista Flávio Ricco em sua coluna publicada no portal R7 — ele, por sinal, também trouxe a notícia de que o próximo dominical da RedeTV! será apresentado apenas por Fernanda Keulla e Vinícius Vieira. Negar informações que acabam se confirmando semanas depois já é uma espécie de modus operandi do departamento de Comunicação do canal. O site mantém todas as informações publicadas neste texto.

Leia mais